23 janeiro 2012

Recomendados de 2011 - Parte 2

Nessa segunda postagem dos discos de 2011 começo comentando alguns veteranos de várias décadas, que lançaram bons discos em 2011. Num dos comentários da postagem anterior, dois leitores citaram o disco que marca a volta do Magazine inglês de Howard Devoto. Um belíssimo álbum que passou despercebido por muita gente. Começo então dando uma lista dos veteranos que curti:

Magazine - No Thyself
Wire - Red Barked Tree
Gang of Four - Content
Cars - Move Like This
John Foxx - Interplay
Gary Numan - Dead Son Rising
New York Dolls - Dancing Backward in High Heels
Chris Isaak - Beyond the Sun
Poly Styrene (ex-X Ray Specs) - Generation Indigo
Bangles - Sweetheart Of The Sun
Dwight Twilley - Soundtrack
Blondie - Panic Of Girls
Ry Cooder - Pull Up Some Dust & Sit Down
Glen Campbell - Ghost On The Canvas
Paul Simon -So Beautiful or so what
Nick Lowe - The Old Magic
Jeff Beck - Rock and Roll Party
Wanda Jackson - The Party ain´t it over
Alice Cooper - Welcome to my Nightmare 2

No video eu comento alguns desses citados e mais algumas bandas atuais que eu recomendo. Em breve a terceira e última edição em video dos melhores de 2011.




17 janeiro 2012

Melhores Do Ano de 2011 - Parte 1

Melhores de 2011 - parte 1



Pra variar 2011 foi mais um daqueles anos que enlouqueci de tanto comprar CDs e vinis. O correio batia na porta do prédio duas vezes por dia. Cheguei a precisar até de um carrinho de supermercado pra carregar uma entrega de discos num só dia. Como detesto ficar fazendo download e ainda sou adepto do formato físico, quem sofre é meu bolso, mas o prazer de um "kick" (como diz meu amigo Fernando Naporano) é como se fosse um orgasmo abrir um pacote de LPs ou tirar o lacre de um CD (coisa de maluco por disquinhos).

Fiz uma série de tres videos mostrando algumas da minhas aquisições preferidas de 2011.
Começo com os veteranos de Chicago, Jesus Lizard, que tiveram uma brilhante carreira nos anos 90 e gravaram esse duplo ao vivo em 2009, chamado "Club". Algumas lojas independentes puseram essa edição dupla em vinil à venda, mas poucos a comentaram. O peso e a energia do Jesus Lizard está presente em maravilhas como "Puss".
Se voce curte Orange Juice e Wedding Present com certeza vai gostar da minha próxima indicação, o grupo californiano The Sea Lions, que lançaram em 2011 o album de estréia "Everything You Always Wanted To Know About Sea Lions But Were Afraid To Ask".

A gravadora Third Man Records de Jack White em pleno vapor lá em Nashville agitou a cena indie local. Os álbuns ao vivo gravados na loja são verdadeiras preciosidades. O mais recente de Jerry Lee Lewis está sendo disputado a tapa no ebay. Jack White gravou e produziu o álbum da rainha do rockabilly Wanda Jackson " The Party Ain't Over". O quarteto de garotas que eu mostro no video são as Black Belles, um álbum sensacional que mistura garage rock, blues e folk. Nessa linha country folk a Third Man Records pra não fugir a tradição de Nashville lançou a edição em vinil do tributo a Hank Willians, chamado "The Lost Notebooks", que reúne uma série de canções inéditas de Hank Willians, intepretadas por nomes como Bob Dylan, Alan Jackson, Lucinda Willians, Merle Haggard, Levon Helm e o próprio Jack White, dentre outros.

No lado britanico quem mais uma vez surpreendeu foi o Metronomy com seu terceiro álbum "The English Rivera". Inspirados no espetacular Saint Ettiene, o quarteto conseguiu um resultado tão bom quanto o disco anterior "Nights Out" de 2008.
No quesito EPs, um dos melhores foi dos americanos do Howler, que foram contratados pela gravadora Rough Trade e acabam de lançar o álbum de estréia, já aclamado pelo NME como um dos bons discos pra começar 2012. Rock como deveria ser, simples e objetivo.
Os californianos do Girls também acertaram a mão novamente com o segundo álbum "Father, Son, Holy Ghost" e vejam que "fofo" esse single de vinil vermelho em forma de coração, da música "Lawrence".
A gravadora Sub Pop também teve um ano agitado de bons lançamentos. Outrora a Sub Pop era a gravadora que inventou o grunge, hoje muito mais eclética, a Sub Pop lança vários estilos como esse Blitzen Trapper, uma mistura de country rock e indie, inspiradissimos em Neil Young, "American Goldwing" é o sexto e um dos melhores álbuns do grupo de Portland. Outra maravilha lançada pela Sub Pop em 2011 foi o álbum da banda inglesa Still Corners, chamado "Creatures of an Hour", uma saudável mistura de neo-psicodelia e shoegazer.

Minha amiga Isabel Monteiro pra nossa felicidade reapareceu em 2011, primeiro fazendo pequenos shows e compondo a mil novas canções e divulgando imediatamente em seu blog. Esse exercício resultou em "Anatomy" um álbum que reproduz todo sofrimento de Isabel nesses anos difíceis de sua carreira. Apesar do sofrimento existe uma extrema beleza em cada canção.
A banda seguinte eu conheci num blog em 2007 e me apaixonei pelo psychedelic blues rock garageiro dos caras. Trata-se do Radio Moscow, um trio de garotos de Iowa, que lançaram pela Bomp Records e seu selo Alive o seu terceiro álbum, "The Great Escape of Leslie Magnafuzz".
Meu lado punk 77 foi alimentado com Johnny Throttle, banda do ex-vocalista dos portugueses do The Parkinsons. O próprio nome já entrega a influencia de Johnny Thunders e New York Dolls.
O lado mais garageiro sixties punk ficou com os britanicos Thee Vicars, que lançaram um dos melhores singles de 2011, esse "Every Day".
No início de 2011 os britanicos do Frankie & The Heartstrings, lançaram um belo disquinho de estréia, mas acabaram ignorados nas listas de final de ano. Uma injustiça pois o disco dos caras é muito bom e além do mais produzidos por Edwin Collins, já que o grupo é fã de Orange Juice.
E o último disquinho desse video é o picture disc da música "Video Games" da hypada Lana Del Rey, que desde o incio eu apostei que seria um dos singles mais votados de 2011. Tomara que o disco de estréia da Lana Del Rey que sai no final de janeiro consiga faze-la emplacar, pra gente ter um descanso de tanta Adele.