19 setembro 2008

Nem só de Abba vive a Suécia



Tá certo que a primeira coisa em termos de música que nos faz lembrar da Suécia é o Abba. Isso pra maioria das pessoas, mas pros "indies" é diferente, lembraremos de Cardigans, The Hives e dos mais recentes, Pete, Bjorn and John e Shout Out Louds (aliás vão tocar em breve no Estudio-SP). Existe ainda uma nova geração como Love is All, The Knife e naturalmente Those Dancing Days, um quinteto de garotas, que começaram ainda adolescentes. A baixista Mimmi declara em suas entrevistas: "A Suécia sempre teve e continua tendo coisas melhores do que Abba, mas ao mesmo tempo se contradiz afirmando que apesar de tudo ainda gosta de Abba".
Perguntada qual a razão de tantas bandas Suecas de qualidade aparecendo atualmente, a guitarrista Rebecka responde: "Os Suecos são muito timidos e a melhor maneira de expressar seus sentimentos é através da música pop"
Jovens e inexperientes as garotas do Those Dancing Days dizem que "estão na chuva pra se molhar", levar quantos tombos se tornarem necessários. Essa é a vantagem de se começar bem jovem, elas não tem nada a perder, estão apenas aprendendo. Na entrevista a revista Artocker as suecas também falaram da facilidade de se montar uma banda na Suécia, pois as escolas incentivam, é muito fácil de se conseguir instrumentos, daí todo mundo pode ter a sua banda, é so ter vontade de fazer música.
Quanto às influências elas não gostam de certas comparações com bandas como Sugarcubes, por exemplo. "Nosso som não tem nada a ver com bandas da Islândia", declaram. A música que fazemos tem muitas influências , uma mistura de Northern Soul e bandas da decada de 60. O nome Those Dancing Days, foi inspirado num clássico do Led Zeppelin do álbum "Houses Of The Holy" a famosa "Dancing Days".
A música de estreia das meninas levava o nome da banda "Those Dancing Days" e foi o primeiro single a ser lançado na Inglaterra. Em seguida saiu o single "Run Run" que também arrancou elogios de toda crítica. Na próxima semana sai o álbum de estréia das meninas do Those Danging Days, a verdadeira prova de que a Suécia tem muito mais a oferecer do que simplesmente Abba.
De uma espiada nos links abaixo e ouça Those Dancing Days
http://www.myspace.com/thosedancingdays
http://bolachasgratis.baywords.com/

10 comentários:

Taís Oliveira disse...

onde vc achou essa foto linda delas logo depois do clipe de run run?
acabei de postar sobre esse cd. elas são otimas, melhor pop do mundo!

Chris disse...

Adorei Run, Run! As meninas são muito legais!
Saudações de 1 velho fã dos tempos do Patrulha Noturna!

Daniel Poeira disse...

Maestro, muito obrigado pela discotecagem de hoje na Velvet. Normalmente eu só consigo dançar "New Rose", "Caught By The Fuzz" e "Psychotic Reaction" quando eu mesmo discoteco, e dançar atrás da cabine não dá o mesmo barato (além de ser perigoso para os joelhos e para o equipamento). Hoje foi o dia da forra. No... Thanks!

cris disse...

kid, kid! não tinha visto esse post!
foi transmissão de pensamento! a gente (eu e o zé) tava falando dos suecos e tals esses dias na comunidade... do tanto que tem uma galera bacanésima! que legal! :D

Felipe disse...

Adorei o som delas, e gosto de todas as bandas suecas citadas. O que vc achou do novo do Peter Bjorn & John, Kid? Viajado demais!
Quero MUITO saber sua opinião sobre o novo do Oasis, Kid. Será q vc publica uma resenha em breve? Abraço e parabéns pelo blog.

Pedro Pellegrino disse...

Fala Vinil, beleza? Te ouvi muito lá na Brasil 2000. Pô, esqueceu do Hellacopters?! Puta banda. Primeira vez que venho aqui, vou passar mais vezes.E viva o verdão, rsrs. Abraço.

Samuel Skelter disse...

Shout Out Louds no Estudio-SP?! Quando vai ser, Kid???

E, aproveitando que perguntaram sobre o novo do Oasis aqui nos comments, você chegou a comprar a caixa especial? Putz, essa é daquelas que se eu perder fico doente...heh. Já ouvi algumas faixas e é o disco mais psicodélico e pesado do Oasis (mas sem ser embolado tipo o atolado em coca "Be Here Now").

E viva a Suécia que tem pop e rock do massa pros nossos ouvidos! Coitados dos suecos, estão tipo os brazucas, curtem boa música e fazem boa música, muito além dos Abba da vida, mas todo mundo quando pensa em música sueca só lembra do Abba. Aqui é a mesma coisa, ouvimos e fazemos música massa, mas o mundo todo pensa que temos alto-falantes por todos os postes do país tocando Tom Jobin 24 horas por dia, heh. Bom, hoje em dia devem pensar que rolam umas do CSS também, graças a Deus! Hehe.

Abração, Mestre!

Samuel

Rá! disse...

Realmente a Suécia tem dado bons frutos!
Minha banda sueca da vez é o Radio Dept. que ensaiou uma visita aqui em 2007 mas não vingou. Parece que eles estão pra lançar disco novo ate janeiro de 2009. Estou no aguardo.

E é uma pena que essa Invasão Sueca 2008 não passe pelo Rio.

Beijão!

Rá! disse...

Realmente a Suécia tem dado bons frutos!
Minha banda sueca da vez é o Radio Dept. que ensaiou uma visita aqui em 2007 mas não vingou. Parece que eles estão pra lançar disco novo ate janeiro de 2009. Estou no aguardo.

E é uma pena que essa Invasão Sueca 2008 não passe pelo Rio.

Beijão!

Domingos disse...

Kid, bacaninha o som, especialmente Run Run, Run. Mas lá no findo de sua alma rocker você não acha que não rola por muito tempo esse indiezinho? Gostei da vocalistam me lembrou um pouco Patti Smith,a grande.

abs
Dum