27 junho 2008

Geração Devo

No ano passado durante o Terra Festival em SP, quando entrevistei o Devo eu perguntei a eles qual a banda dessa nova geração que eles achavam que sofria influencia do Devo? Eles citaram os noruegueses do Datarock, que estavam no mesmo festival e se declaravam fãs incondicionais do Devo.
Naquela epoca em Glasgow na Escócia uma outra banda chamada We are The Physics dava seus primeiros passos completamente influenciada por Devo.
Vieram os primeiros singles "Fear of Words" e "You can do Athletics" e a banda passou a despertar a atenção da critica britanica.

Com um visual que mistura aqueles óculos 3D, roupinhas e carinhas de nerds o quarteto acabou atraindo cada vez mais publico nos seus shows, regados de bom humor e boa música.

O álbum de estréia We are The Physics "Are Ok At Music" é um dos meus eleitos como melhores de 2008. Doze faixas incluindo os primeiros singles como "Less Than Three", talvez a mais Devo de todas as músicas do grupo, com direito até àqueles efeitos de Moog sintetizador tão usado nas gravações do Devo. A opção de ser uma banda completamente independente começa até pelo nome da gravadora " Do It Yourself Records". Ouvindo outras músicas do grupo a gente percebe que tem também referencias pós punk do Gang Of Four e da punk new wave de seus conterrâneos escoceses, a sensacional banda Skids. Conheça o som do We Are The Physics no myspace,
http://www.myspace.com/wearethephysics

Cowtown é o nome da banda da foto acima, naturais de Leeds na Inglaterra, também deixariam os caras do Devo orgulhosos.
Abusando mais ainda dos sintetizadores o Cowtown dá um passo à frente nessa tendencia eletro punk, misturando referencias de B52´s, Talking Heads, Devo, Parliament, Funkadelic e Prince.





O mais recente álbum do Cowtown é "Pine-Cone Express" (capa acima), passou despercebido pela critica britanica e seus modismos. Uma banda que merecia mais atenção, entra no myspace deles e veja seu eu não tenho razão. http://www.myspace.com/cowtownsuperstars
Mais uma curiosidade para completar esta postagem sobre Devoids é que os britanicos do Does It Offend you Yeah? regravaram Whip It do Devo, e lançaram no EP ao vivo "Live @ The Fez".




23 junho 2008

POWER TRIOS



Essa postagem abre falando de Johnny Foreigner, um novo trio ingles vindo da cidade de Birmingham na Inglaterra e que acaba de lançar o cd "Waited Up Til It Was Light"(capa acima). Na minha opinião um dos melhores discos de 2008. A fórmula é muito simples, os caras pegaram as referencias básicas de Pavement e Pixies e criaram um excelente álbum de estréia. A influencia Pavement às vezes fica tão discarada que não dá pra ignorar, na terceira música do disco "Eyes Wide Terrified"( o mais recente single) tem até aqueles gritinhos ocasionais que apareciam em certas músicas do Pavement. Por falar nisso aproveito o ensejo pra dizer que o novo disco de Stephen Malkmus & The Jicks "Real Emotional Trash" é maravilhoso e recomendável.
http://www.myspace.com/johnnyforeigner

Abaixo foto da banda, citada na coluna Radar do New Musical Express.


O titulo dessa matéria refere-se aos power trios, muita gente pensou que eu falaria dos verdadeiros power trios do final dos 60 e inicio da decada de 70 como Cream, Beck, Boggert & Appice, Blue Cheer, Grand Funk Railroad e West, Bruce & Laing, entre outros.

Na verdade foi apenas um titulo que eu dei pra essa nova geração de trios, mas longe das comparações, pois esses que me referi acima pegavam muito pesado, era hard rock psicodelico do mais furioso. Apesar disso essa nova geração também procura pegar pesado, é o caso desse novo trio texano "White Denim". Formado em Austin, no Texas em 2006 a banda cita como uma de suas maiores influências Captain Beefheart, o hard psicodelico dos sixties e o lado mais cru e brutal do garage rock. Recomendados pra quem gosta de Black Lips, Jack White, Black Keys, Walkmen, Mc5 e Stooges.

"Workout Holiday" do White Denim (capa e foto abaixo) é uma das melhores estréias de 2008.



WHITE DENIM


O terceiro trio que eu escolhi foi o Times New Viking, de Columbus,Ohio e que estão na ativa desde 2005. O terceiro disco deles saiu há alguns meses atrás e vale a pena ser citado como uma das coisas mais "toscas" em termos de gravações feitas em 2008. Como não poderia deixar de ser a Matador Records de NY os contratou e lançou "Rip It Off". Isso me fez lembrar quando a mesma Matador na decada de 90 passou a lançar os discos da banda japonesa Guitar Wolf. As gravações eram distorcidas e decibéis acima do normal, para alguns até inaudíveis de tão saturadas. Nesse caso do Times New Viking acrescente uma dose de lo-fi e influencias de Pavement e Yo La Tengo nas entrelinhas pra dar maior charme ao som da banda.
Ouça-os com carinho no myspace
Abaixo capa do álbum "Rip It Off" e foto da banda.
















16 junho 2008

Fleet Foxes, Pearls Before Swine, David Crosby, Sandy Denny e Fairport Convention


A música folk continua em alta no mundo indie, de Malu Magalhães a Laura Marling, as novas gerações estão bebendo na fonte do folk rock. Eu particularmente acho ótimo que isso aconteça, pois ainda esse ano teremos a oportunidade de assistir por aqui até Leonard Cohen, depois do glorioso Dylan.
Essa postagem é pra falar um pouco sobre algumas coisas que eu gosto da música folk e também que me deparei recentemente com uma das mais preciosas bandas de folk dessa nova geração, o Fleet Foxes. Um quinteto de Seattle fazendo esse tipo de música? Pois é, quase vinte anos depois do grunge, Seattle não é mais a mesma, musicalmente a cidade mudou e muito.
O Fleet Foxes antes desse album lançou apenas um celebrado single no incio deste ano chamado "Sun Giant" EP pela Sub Pop ( a mesma gravadora que inventou o grunge do Mudohoney e do Nirvana, entre outros).
Agora os garotos lançam seu álbum de estréia e que grata supresa, ouvir vocalizações inspiradas ao mesmo tempo em Crosby, Stills, Nash & Young, Fairport Convention,Beach Boys, Byrds, The Association e Neil Young. A banda descreve a música que eles fazem como "baroque harmonic pop jams".
Só ouvindo pra acreditar na sonoridade dos caras, vá no myspace deles e confira:
http://www.myspace.com/fleetfoxes

Seguem abaixo algumas referencias encontradas no som do Fleet Foxes e algumas dicas de clássicos do folk rock.
A primeira vem não só do som, mas também na inspiração da capa, assim que vi a arte da capa do Fleet Foxes lembrei da capa do clássico da música folk de 1968 "Balaklava" do Pearls Before Swine, um projeto de um artista folk da Florida chamado Tom Rapp, que acabou colocando na historia do folk rock dois dos álbuns mais cult do genero, esse da capa abaixo e o primeiro disco "One Nation Underground" de 1967.
Mas o detalhe principal é que a capa do Fleet Foxes é do pintor holandes Brueghel The Elder(1525 - 1569), assim como a capa do Pearls Before Swine, vejam a semelhança dos traços, mera coincidencia ou inspiração? Apesar dos quadros serem pinturas diferentes do mesmo artista. Ouvindo "Balaklava" cheguei a conclusão que a inspiração do Fleet Foxes também foi musical.

Outro disco que o Fleet Foxes até cita como uma inspiração pro trabalho deles é o primeiro álbum solo de David Crosby "If I Could Only Remember my name" de 1971, (capa abaixo) um clássico daqueles rejeitados pela critica e sómente reconhecido decadas depois.
Esse disco é uma daquelas maravilhas obscuras da música pop, tem participações de Neil Young, Joni Mitchell,Grace Slick, Graham Nash e Jerry Garcia. Parece um disco do CSNY, cada faixa tem um toque especial de alguma canção do grupo, mas tudo com a doce e melodiosa voz de David Crosby, um disco altamente recomendável!!!!
Não poderia deixar de citar um disco que estou ouvindo sem parar ultimamente, o segundo solo
de Sandy Denny do Fairport Convention,lançado em 1972. Sandy Denny foi uma das vozes mais lindas do folk britanico, e esse segundo disco permanece atualissimo. Recentemente peguei uma edição remasterizada com faixas bonus e fiquei encantado com a beleza desse álbum.
Também foi editada no incio deste ano uma caixa especial com todas as sessions que Sandy fez pra BBC, uma maravilha!!!


E aproveitando vou citar mais tres discos influentes no trabalho do Fleet Foxes e que considero essenciais dentro da discografia do Fairport Convention.
Antes disso gostaria de citar que outro grande fã do Fairport Convention é Stephen Malkmus (ex-Pavement). Lembro que quando ele tocou em SP, eu o entrevistei e estava com um CD do Fairport Convention e ele me disse que era uma de suas bandas prediletas do folk rock britanico. Pra minha surpresa à noite durante o show ele me dedicou uma música do Fairport Convention.

Unhalfbricking(1969) capa acima, é o terceiro disco do Fairport Convention, e traz além das composições geniais de Richard Thompson e Sandy Denny, três canções de Bob Dylan, como dizem os americanos "extremely highly recommended".

A segunda recomendação da discografia do Fairport Convention é "Full House", o quinto álbum do grupo lançado em 1970, após a saida de Sandy Denny e do baixista Ashley Hutchings. Um disco pra provar que a banda tinha futuro mesmo sem Sandy Denny.

Pra encerrar faltou só a capinha pra ilustrar, "Liege & Lief" a obra prima de 1969, o disco que mudou a cara do rock ingles e instaurou definitivamente o estilo folk rock britanico.
Outro daqueles altamente recomendados se voce quiser conhecer um grande clássico do gênero.












































05 junho 2008

1968




No ano passado a Rolling Stone americana fez uma edição especial sobre 1967 e elegeu os melhores discos de um dos periodos mais produtivos do rock.
O ano seguinte 1968 também teve discos importantissimos, então resolvi publicar uma lista dos 110 melhores, não necessariamente numa ordem de preferencia. Vale ressaltar que a lista inclui alguns discos que não são exclusivamente rock, mas dei prefrencia a vários estilos.
Quarenta anos depois muitos deles permanecem atuais até na sonoridade. Acima as capinhas dos cinco primeiros:
1 - Beggars Banquet - THE ROLLING STONES
Esse disco significa um passo à frente se comparado as obras primas de 1967 "Between the Buttons" e "Their Stanic Majesties Requests". Em "Beggars Banquet" os Stones mergulham no blues, na musica folk e na country music e deixam de lado a psicodelia que marcou os discos de 67.
2- Electric Ladyland - THE JIMI HENDRIX EXPERIENCE
Jimi Hendrix também vinha de dois consagrados albuns em 1967 'Are you Experienced" e "Axis: Bold As Love", mas com "Electric Ladyland" conseguiu provar que faria melhor e criou sua obra prima.
3-Super Session - BLOOMFIELD - KOOPER - STILLS
Uma session clássica num encontro de tres grandes músicos, Michael Bloomfield foi guitarrista do Electric Flag, Al Kooper um session musician que se tornou famoso tocando teclados com Dylan, Blood Sweat and Tears,Blues Project e muitos outros, e Stephen Stills na epoca do Buffalo Springfield e mais tarde CSNY
4-The Soft Machine - THE SOFT MACHINE
Uma das primeiras bandas britanicas a misturar psicodelia, jazz e blues graças ao genial baterista Robert Wyatt
5-The Beatles (The White Album )- THE BEATLES
Devia ser o primeiro dessa lista, mas "Sgt Peppers" de 67 é insuperável. O album branco é uma colcha de retalhos, onde os Beatles atiraram em várias direções, folk,blues, country, jazz e até mesmo anteciparam o Heavy Metal com "Helter Skelter".


As cinco capinhas acima representam álbuns igualmente importantes na transformação da musica pop que aconteceu em 68.

6- Blues From Laurel Canyon - John Mayall
O blues psicodélico de John Mayall chega ao seu auge com esse disco, cujo destaque é a guitarra de Mick Taylor, que mais tarde integrou os Stones substituindo Brian Jones.
7-Tons Of Sobs - FREE
Disco de estréia de uma das mais importantes bandas da era hard rock, liderada pelo guitarrista Paul Kossoff e pelo vocalista Paul Rodgers que mais tarde integrou o Bad Company e hoje canta no Queen.
8-SF Sorrow - The Pretty Things
Uma das bandas da chamada British Invasion mais ignoradas pela mídia, principalmente nos EUA. O álbum "SF Sorrow" pode ser considerado como a primeira ópera rock, disco esse que inspirou o The Who a fazer "Tommy" em 1969.
9-Sailor - STEVE MILLER BAND
Os primeiros álbuns de Steve Miller são clássicos da psicodelia, mas ele só ficou famoso a partir dos anos 70 com os álbuns "The Joker" (1973), "Fly Like An Eagle" (1976) e "Abracadabra"(1982)
10-Vincebus Eruptum - BLUE CHEER
Com esse disco de estréia em 1968, os californianos do Blue Cheer inventaram o Heavy Metal, muito antes do Led Zeppelin e do Black Sabbath.

Segue abaixo uma lista sem ordem de preferencia de mais cem discos importantes de 68, se tiverem sugestões eu vou acrescentando,

11 C.C.R. - CREEDENCE CLEARWATER REVIVAL
12 Truth - Jeff BECK
13 Wheels Of Fire - CREAM
14 The Village Green Preservation Society - the KINKS
15 Odessey & Oracle - The ZOMBIES
16 Music From Big Pink - The BAND
17 Cheap Thrills - BIG BROTHER & The HOLDING COMPANY
18 Astral Weeks - Van MORRISON
19 Shine On Brightly - PROCOL HARUM
20 Q.M.S.... - QUICKSILVER MESSENGER SERVICE
21 Ogden's Nut Gone Flake - The SMALL FACES
22 White Light / White Heat - The VELVET UNDERGROUND
23 The Family That Plays Together - SPIRIT
24 A Saucerful Of Secrets - PINK FLOYD
25 Lady Soul - Aretha FRANKLIN
26 Child Is Father To The Man - BLOOD SWEAT & TEARS
27 Love Is - Eric BURDON & The ANIMALS
28 Boogie With - CANNED HEAT
29 Outrageous - Kim FOWLEY
30 Music In A Doll House - FAMILY
31 Marble Index - NICO
32 Swetheart Of The Rodeo - The BYRDS
33 At Folson Prison - Johnny CASH
34 Life - SLY AND THE FAMILY STONE
35Traffic - TRAFFIC
36 Scott 2 - Scott WALKER
37 Outside Inside - BLUE CHEER
38 Jolls / Open - Julie DRISCOLL & Brian AUGER
39 A Long Time Comin' - ELECTRIC FLAG
40 Gun - GUN
41 In-A-Gadda-Da-Vida - IRON BUTTERFLY
42 Blues Helping - LOVE SCULPTURE
43 Dock Of The Bay - Otis REDDING
44 The Autumn Stone - The SMALL FACES
45 Taj Mahal - TAJ MAHAL
46 Gris-Gris - DR. JOHN
47 We're Only In It For The Money - Frank ZAPPA
48 In Search Of The Lost Chord - The MOODY BLUES
49 Songs Of Leonard Cohen - LEONARD COHEN
50 Living The Blues - CANNED HEAT
51 Peter Green's Fleetwood Mac - FLEETWOOD MAC
52 Tomorrow - TOMORROW
53 The Move - The MOVE
54 The Twain Shall Meet - Eric BURDON & The ANIMALS
55 Renaissance - VANILLA FUDGE
56 David Ackles - David ACKLES
57 Children Of The Future - Steve MILLER BAND
58 Spirit - SPIRIT
59 Crown Of Creation - JEFFERSON AIRPLANE
60 A Gift From A Flower To A Garden - DONOVAN
61 The Crazy World Of Arthur Brown - Arthur BROWN
62 This Was - JETRHO TULL
63 The Notorious Byrd Brothers - The BYRDS
64 One - THREE DOG NIGHT
65 Stonedhenge - TEN YEARS AFTER
66 Anthem Of The Sun - GRATEFUL DEAD
67 Electric Mud - MUDDY WATERS
68 Wow ! - MOBY GRAPE
69 Last Time Around - BUFFALO SPRINGFIELD
70 The Hangman's Beautiful... - The INCREDIBLE STRING BAND
71 Sweet Child - The PENTANGLE
72 Mint Tatoo - MINT TATOO
73 Dusty -DUSTY SPRINGFIELD
74 Os Mutantes - OS MUTANTES
75 In The Plain - SAVAGE ROSE
76 The Inner Mystique - CHOCOLATE WATCH BAND
77 Cry Like A Baby - The BOX TOPS
78 Live In Concert - Tim HARDIN
79 6 & 12 String Guitar - Leo KOTTKE
80 Express To your Skull - Buddy MILES EXPRESS
81 Living With The Animals - MOTHER EARTH
82 Elmer Gentry's Velvet Opera - VELVET OPERA
83 Fairport Convention - FAIRPORT CONVENTION
84 Bookends - SIMON & GARFUNKEL
85 Nancy & Lee - Nancy SINATRA & Lee HAZLEWWOD
86 Silver Apples - SILVER APPLES
87 Mad River - MAD RIVER
88 The Fantastic Expedition - DILLARD & CLARK
89 The Hurdy Gurdy Man - DONOVAN
90 Trip Truth Hell - The C.A. QUINTET
91 Waiting For The Sun - The DOORS
92 Songs Circle - VAN DYKE PARKS
93 Live At The Apollo - JAMES BROWN
94 Steppenwolf - STEPPENWOLF
95 Strickly Personnal - CAPTAIN BEEFHEART & His MAGIC BAND
96 Nazz - NAZZ
97 The Book Of Talyesin - DEEP PURPLE
98 Journey To The Center Of The Mind - The AMBOY DUKES
99 Undead - TEN YEARS AFTER
100 The Doughnuts In Granny's .... - The BONZO DOG BAND
101-A Beacon From Mars - KALEIDOSCOPE (US)
102 The United States Of America - THE UNITED STATES OF AMERICA
103 Sandy Denny & The Strawbs - SANDY DENNY
104 Everything Playing - LOVIN SPOONFUL
105 Sound Of Joy - SUN RA
106 Song To a Seagull - JONI MITCHELL
107 Caetano Veloso - CAETANO VELOSO
108 Balaklava - PEARLS BEFORE SWINE
109 Bradley´s Barn - THE BEAU BRUMMELS
110 Begin - MILLENNIUM