27 fevereiro 2008

E por falar em aniversário...

Nesta quinta feira dia 28 de fevereiro, faremos a última edição da nossa festa Elétrika, lá na Audio Delicatessen, que fica na Mourato Coelho, 651 na Vila Madalena.
Em comemoração ao meu aniversário e também da Lú Fonzar, resolvemos fazer uma festinha que todos serão VIPs, ou seja todo mundo entra na faixa, é só chegar na entrada e dizer que veio pra festa de aniversário do Kid Vinil e tá liberado.
Aproveitando o ensejo vou tocar em primeira mão a gravação que a minha banda Kid Vinil Xperience fez de "Birthday" dos Beatles, que vai entrar num tributo em homenagem ao fabuloso álbum branco dos Beatles, que sairá em breve.
Infelizmente fui proibido de postar a música, até que saia o tributo, mas já que é meu aniversário a música vem bem a calhar.
Apareçam por lá na quinta e lembrem-se: é de graça!!!!!
E tem mais, a festa continua na sexta e no sábado no DJ Club, na Alameda Franca 241.
Na sexta eu faço da 0:30 às 2.30hs, tocando hits das decada de 80, 90 e das coisas mais atuais.
No sábado da meia noite às 2hs, dá pra tocar mais novidades, misturando com alguns hits.
É muita festa eu sei, mas afinal não é sempre que se completa 53 anos de idade com um corpinho de 25 (hehehe!)



26 fevereiro 2008

BIRTHDAY

Todo ano ele não falha e pra não fugir à regra o telefone toca aqui em casa, eu atendo e vem aquela voz grave e inconfundível de Tony Campello me desejando Feliz Aniversário.
Somos piscianos ele também nasceu em fevereiro, fez aniversário no domingo dia 24.
Resolvi fazer essa postagem muito mais pra expressar a minha satisfação ao receber uma ligação do Tony Campello. É como se Elvis estivesse vivo e ligasse aqui pra casa me parabenizando.
São aquelas coisas prazeirosas da vida, saber que o cara que começou a onda de rock and roll no Brasil no final da decada de 50 é seu amigo e acima de tudo uma das pessoas mais sinceras que eu conheci até hoje.
Nunca tive coragem de falar isso pra ele ao telefone ou pessoalmente, mas se ele ler isso com certeza ficará muito feliz.
Tony e sua irmã Cely Campello foram os pioneiros do rock brasileiro ao lado de Ronnie Cord, Demetrius e Carlos Gonzaga.
Um dos maiores ídolos de Tony Campello é o cantor americano Johnnie Ray, que na decada de 50 chegou ao topo das paradas com as músicas "The Little White Cloud That Cried" e "Cry".
Além de interprete e compositor, Tony Campello também atuou como produtor de grupos como Os Incriveis, a dupla Deny e Dino, Silvinha, Sergio Reis e muitos outros.
Uma experiência que eu jamais esquecerei foi quando eu trabalhava na gravadora Eldorado na decada de 90 e chamei o Tony para produzir um cd da falecida violeira matogrossense Helena Meireles.
Dona Helena como nós a chamávamos era um daqueles fenomenos musicais desse Brasil, foi descoberta depois dos 70 anos de idade pela revista americana Guitar Player e a partir daí passou a ser conhecida mundialmente. Nunca estudou música, aprendeu a tocar nos "puteiros" como ela dizia, lá pras bandas do Pantanal.
Sua história é muito triste e ao mesmo tempo comovente e trabalhar com Dona Helena e Tony Campello na produção do cd "Flor Pantaneira" foi uma das coisas mais preciosas que aconteceram na minha vida.
Como diria Dona Helena:
"Deus te abençoe Tony Campello"


19 fevereiro 2008

FACES NA UNCUT


Deixei de comprar a revista Uncut por algum tempo, pois pagar quase 60 reais por uma publicação que na Inglaterra custa 4,30 libras (cerca de 15 reais) é sacanagem. O dolar caiu, mas o preço das revistas importadas continua o mesmo absurdo.
Mas, estava no aeroporto semana passada e passei na banca de revistas e não resisti, peguei a Uncut de março com Faces na capa.
Isso porque são os Faces que eu tanto adoro e traz ainda uma coletanea em CD com bandas novas, que tem algo a ver com o Faces, incluindo minha favorita no momento Drive By Truckers.
É uma ousadia pra Uncut colocar o Faces na capa, pois geralmente eles não arriscam e suas capas sempre se repetem (Led Zeppelin,Dylan, Pink Floyd etc.) enfim só bandas e artistas clássicos que vendem a revista. Provavelmente essa será a menor vendagem da Uncut, mas na minha opinião uma das melhores edições, pois além do Faces, tem uma matéria espetacular dos Byrds falando da fase Gram Parsons e o do álbum que hoje é um marco do country rock "Sweetheart of Rodeo". Tem mais, uma matéria do Madness, outra com Mike Love dos Beach Boys, American Music Club e ainda o gorducho pós Frank Black do Les Savy Fav. O disco do mês é o álbum "Brighter Than Creation´s Dark" do Drive By Truckers, na minha opinião um dos discos de 2008 que tá só começando.
Voltando ao Faces, queria dizer que meu primeiro LP importado comprado com o meu suor de office-boy em 1971 foi "A Nod is as Good as a Wink to a Blind Horse...", que traz o hit "Stay With Me".
Naquela epoca eu tremia quando passava na frente do "Museu do Disco" (a loja que trazia os discos importados). Lia sempre no Jornal da Tarde a coluna do Ezequiel Neves que era um Stones maníaco, e certo dia ele escreveu sobre o Faces e os primeiros discos solo do Rod Stewart.
Passando pelo Museu do Disco um dos balconistas chamado Odair era o cara mais ligado nas bandas emergentes, e seguindo a recomendação dele eu comprei "A Nod is as Good...." pra começar na saga Faces.
Certo dia passei na frente da loja e ele tava ouvindo num volume ensurdecedor "Twistin´The Night Away" do álbum solo de Rod Stewart "Never A Dull Moment", lembro que tinha pouca grana e ele me ofereceu aquela cópia que ele ouvia pela metade do preço porque pulava na última faixa, não vacilei e peguei imediatamente.
Considero esses dois discos duas obras clássicas do rock da decada de 70. O Faces começou no incio da decada de 70 a partir da dissolução do Small Faces, quando o guitarrista e vocalista Steve Marriot montou o Humble Pie. Os tres remanescentes Ian McLagan (teclados), Kenny Jones ( bateria ) e o baixista Ronnie Lane estavam perdidos e imediatamente encontraram o guitarrista Ron Wood que já tinha tocado com o Jeff Beck Group. Ron apresentou seu amigo Rod Stewart que também deixava a banda de Jeff Beck. Tava então formada a banda que por pouco não desbancou os Rolling Stones naquela epoca. Encurtaram o nome para Faces e no incio de 1970 lançam "First Step", um disco fortemente influenciado pelo blues da banda anterior de Ron Wood e Rod Stewart, o Jeff Beck Group. O álbum abre com "The Wicked Messanger" de Bob Dylan, um clássico obscuro de 1967 do álbum "John Wesley Harding".
Um disco que reune o lado blues de Ron Wood com as raízes folk do baixista Ronnie Lane que assinava várias faixas.
Paralelo a isso Rod Stewart assina contrato com o selo Mercury para lançar seus álbuns em carreira solo, mas o interessante é que seus quatro primeiros discos trazem praticamente todo Faces como sua backing band. Por essa razão quando falo em Faces também posso me referir a esses discos de Rod Stwart como discos do Faces.
De certa forma isso é que atrapalhou a carreira do Faces, pois a partir dos álbuns "Gasoline Alley" e "Every Picture Tells a Story" Rod Stewart começou a se destacar mais ainda começando a vender milhões de cópias na Europa e nos EUA. Sucessos como "Maggie May" e "Reason To Believe" poderiam facilmente ter sido gravados pelo Faces, uma vez que eles tocam na gravação de Rod, mas ele preferiu deixar as músicas de maior potencial comercial pros seus álbuns em carreira solo. Isso sempre desagradou seus companheiros do Faces, até que chegou um momento depois da gravação do quarto disco "Ooh La La" em 1973 que a banda descontente resolve se separar, pois o guitarrista Ron Wood acabava de ser recrutado para os Rolling Stones, substituindo Mick Taylor. Rod Stewart por sua vez partiu pra sua milionária carreira solo lançando "Atlantic Crossing" acompanhado por outros músicos e daí pra frente visando sómente o sucesso comercial e esquecendo as maravilhas que fez com seus amigos do Faces.
O legado Faces é uma das jóias raras e esquecidas do rock britanico da decada de 70, este ano a Warner inglesa promete reeditar os quatro álbuns do Faces com faixas bonus, são eles:
FIRST STEP - 1970
LONG PLAYER - 1971
A NOD IS AS GOOS AS A WINK...TO A BLIND HORSE..." - 1971
OOH LA LA - 1973
E se alguém se interessar em ouvir os quatro primeiros álbuns em carreira solo de Rod Stewart acompanhado pelo Faces, pode arriscar tranquilamente, pois eles não tem nada a ver com o Rod Stewart que a maioria das pessoas conhecem. Rod era um cara que amava Dylan e sempre regravava uma de suas canções, em seus primeiros discos. Duas outras regravações históricas são "Angel" de Jimi Hendrix e ""Twistin´The Night Away" de Sam Cooke, do álbum "Never a Dull Moment". Pra completar segue a lista dos quatro discos de Rod Stewart onde tocam os integrantes do Faces:
THE ROD STEWART ALBUM - 1969
GASOLINE ALLEY - 1970
EVERY PICTURE TELLS A STORY - 1971
NEVER A DULL MOMENT - 1972



16 fevereiro 2008

1985: Programa "New Beat"

Olá amigos, Carlos outra vez...mais um programa "New Beat" direto da nossa coleção de cassetes! Este é outro exemplar do programa sem uma data específica marcada na capa, mas é definitivamente de 1985. O "New Beat" era transmitido pela rádio Antena 1FM aos domingos das 17hs-19hs. Então temos aqui 90 minutos de pura new wave e punk, vários artistas e bandas esquecidos (e ótimos) perdidos no tempo, faixas raras e até hoje não relançadas em CD, alem de ser uma das locuções mais divertidas de Kid! Dá pra perceber que ele estava à toda nesse dia!

No programa tem uma música bastante rara de Ian McCulloch, que era lado B do seu primeiro single solo, "September Song". Kid anuncia a música como "Help By Hart", mas o nome correto é "Cockles And Mussels". A capa lista o nome "Help By Hart", mas esse não é o nome da canção, mas apenas um dos créditos...o Kid foi enganado pela capa! Veja este link para a história completa desse single (o link leva para a discografia do Echo & The Bunnymen e Ian McCulloch).

Parte 1:

1.Serious Drinkers - Pillars Of Society
2.Lost Cherrees - Blind Or Dead
3.Omega Tribe - Young John
4.The Enemy Within - Strike
5.SPK - High Tension
6.Brilliant - Soul Murder
7.Dali's Car - Create And Melt
8.Flesh For Lulu - Dog Dog Dog
9.The Cure - Shake Dog Shake (live)
10.Cocteau Twins - It's All But An Ark Lark (cortada e retomada no início da segunda parte por causa da troca de lado do cassete)
Parte 2:

1.West India Company - Calling You
2.X-Mal Deutschland - Mondlicht
3.Cólera - 1992
4.Exploited - Let's Start A War
5.New Model Army - The Price
6.Tones on Tail - Christian Says
7.Marc Almond - Tenderness Is A Weekness
8.Ian McCulloch - Cockles & Mussels
9.This Mortal Coil - Song To The Siren
10.Everything But The Girl - Each And Everyone
11.Colourfield - Thinking Of You
O arquivo está dividido em dois mp3s. Baixe esta edição fantástica do New Beat aqui. Em breve mais programinhas...

15 fevereiro 2008

THE RASCALS X THE RASCALS


Esta não é a primeira vez na história do rock e nem mesmo será a ultima que uma banda nova é batizada com um nome de alguma banda do passado.
Os casos mais comentados dos últimos 20 anos foram Nirvana, usando o nome da mesma banda progressiva britanica da decada de 70.
O Charlatans também emprestando o nome de uma banda psicodelica americana da decada de 60. Nesse caso ninguem foi processado, mas os britanicos passaram a chamar Charlatans UK nos EUA.
O Suede também passou por isso e virou London Suede na América.
Agora a história se repete, a jovem banda da cidadezinha de Wirral na Inglaterra empresta o nome da cultuada banda americana dos sixties The Rascals.
Ainda é cedo pro Rascals americano reclamar seus direitos, pois os britanicos ainda estão no seu segundo single na Inglaterra e na América não passam de ilustres desconhecidos, por enquanto.
Se o hype soprar pro lado deles, em breve eles serão famosos.
Apadrinhados pelos Arctic Monkeys a banda teve uma primeira encarnação em 2006 como Little Flames, o que levou os macacos até a gravarem uma de suas músicas num lado B de um single do Arctic Monkeys.
Hoje o The Rascals inglês é a banda de abertura de muitos shows do Arctic Monkeys. O primeiro single desse novato The Rascals foi "Out Of Dreams" cujo video eu incluo nesta postagem. O mais recente "Suspicious Wit" saiu esta semana e merece atenção.
É só entrar no myspace deles e conferir os queridinhos de Alex Turner, e já vou avisando qualquer semelhança com o som do Arctic Monkeys é mera coincidência, ou talvez resultado da "brodagem".
E a parceria Alex Turner e Miles Kane(vocalista do Rascals) vai gerar frutos, os dois estão fazendo um projeto que levará o nome "The Last Shadow Puppets" e o primeiro single sai em abril.
O Rascals americano apareceu em meados da decada de 60 conhecidos como The Young Rascals, depois encurtaram o nome para The Rascals. Fizeram álbuns espetaculares e tiveram muitos hits, um dos mais importantes foi "Good Lovin" cujo video também está nesta postagem, tirado de um program de Ed Sullivan em 1966.
Confira abaixo os dois videos, não vai ser dificil saber quem é o mais antigo deles, só pela roupinha do Rascals americano já vale o video.








PETE & THE PIRATES

No ano passado foram The Pigeon Detectives,The Maccabees e Good Shoes as tres melhores bandas do indie pop britânico.
Esse ano quem desponta pra esse titulo é o quinteto de Reading na Inglaterra chamado Pete & The Pirates.
Na verdade esses caras já estão na batalha faz algum tempo, tenho músicas deles nas primeiras compilaçãoes da revista Artrocker há tres anos atrás.
O selo que a banda grava chama-se Stolen Recordings que há dois anos lança singles e compilações com a banda.
Comecei a sentir firmeza neles a partir do single "Come on Feet" lançado no inicio do ano passado.
Depois veio "Knots" desse vídeo bem divertido e agora o álbum de estréia com 13 faixas do que há de melhor no novo indie pop britânico.
vale a pena visitar o blog abaixo e ouvir"Little Death" o álbum do Pete & The Pirates

http://www.unapieldeastracan.blogspot.com/

entre no myspace da banda e veja o video do novo single "Mr. Understanding"
http://www.myspace.com/peteandthepirates
abaixo o video de "Knots"

13 fevereiro 2008

VALENTINE´S DAY

Dia 14 de fevereiro é comemorado o Valentine´s Day na Europa e nos EUA. Esse famoso dia dos namorados é sempre celebrado em grande estilo, este ano o Glasvegas lança seu terceiro single "It´s My Own Cheating Heart That Makes Me Cry" nesta quinta feira comemorando o Valentine´s Day.

Foi pensando nessa data que resolvi fazer essa postagem especial, abrindo com uma das mais belas canções de amor que um ser humano poderia escrever. Essa versão com a Amy Winehouse é muito boa, pois esse clip vem com a letra pra voce sacar melhor. Essa música tem uma história de amor muito interessante. Foi gravada originalmente pelo grupo The Teddy Bears em 1958 e composta por Phil Spector. Ele conta que a inspiração veio da frase "To Know Him Is Love Him" que sua mãe mandou escrever na lápide de seu pai como prova de amor eterno. Quando ouvi pela primeira vez essa canção quando era criança fiquei apaixonado e mais tarde quando soube da história eu vi que não era uma simples canção de amor mas uma das mais belas declarações de amor eterno.

Ainda pra comemorar o Valentine´s Day aproveito pra deixar uma seleção especial que eu adorei e compartilho com voces:

1. Ben E. King "Stand By Me"2. Jens Lekman "You Are The Light"3. The Ponys "I'm With You"4. Stars "My Favourite Book"5. Arcade Fire "Neighborhood #1 (Tunnels)"6. Jets To Brazil "Sweet Avenue"7. Bob Dylan "I Want You"8. The National "The Geese of Beverly Road"9. Radiohead "All I Need"10. The Jesus & Mary Chain "Head On"11. Band of Horses "No One's Gonna Love You"12. Cat Power "Could We"13. Grizzly Bear "On A Neck, On A Spit"14. Voxtrot "Every Day"15. Aloha "Body Buzz"16. Belle & Sebastian "If You Find Yourself Caught In Love"17. Broken Social Scene "Pitter Patter Goes My Heart"18. M. Ward "I'll Be Yr Bird"

o link para a coletanea:

http://www.mediafire.com/?5mdjqme1jnc

Dois especiais de punk do Splish Splash (1987)!


Carlos aqui outra vez...desta vez estou postando dois especiais de punk rock que foram parte do Splish Splash. Acho que na época estava muito obcecado com punk porque nessa fitinha acima eu só gravei as meia horas finais do Splish Splash, que eram dedicados ao estilo. Assim eu resolvi postar os dois lados da fita: o primeiro lado não tenho idéia da data, mas é anterior a do segundo lado, 10 de dezembro de 1987.
Espero que gostem desses fragmentos, tem muita coisa boa e obscura nesses programas!

Programa #1 (1987):
1.UK Subs - Police State
2.Chron Gen - Outlaw
3.Action Pact - Suicide Bag
4.Violators - Summer Of 81
5.Stiff Little Fingers - Suspect Device
6.Anti Nowhere League - We Are The League
7.GBH - Boston Babies
8.Cock Sparrer - The Sun Says
9.Abrasive Wheels - Burning Down
10.Sex Pistols - No Feelings/Liar (live)

a última faixa dos Pistols tem um pequeno fade out e um fade in, consequência da troca de lado do cassete.

Programa #2 (10-dezembro-1987)
1.MDC - John Wayne Was A Nazi
2.Suicidal Tendencies - Look Up...(The Boys Are Back)
3.UFO Brigade - Fight Tonight
4.Dead Kennedys - I Fought The Law
5.B.P. - My Girlfriend Is In Porno
6.D.O.A. - Unknown
7. ??? - Pipeline
8.Verbal Abuse - I Hate You
9.Adrenaline O.D. - Bugs
10.Adolescents - Creatures
11.Verbal Assault - Backstab

deixei ainda o tape até o fim, ou seja, tem mais um pouco da programação da 89FM depois de terminado o programa. Sorry, não consegui saber qual a banda que fez o cover de "Pipeline".

Para baixar o programa (com os dois arquivos) clique aqui!

Com esses dois especiais já dá para tirar o pó das correntes e dos alfinetes! Até a próxima!

10 fevereiro 2008

Programa Kid Vinil, Sessão Maldita, 15 agosto 1981

Mais um programa "Kid Vinil", desta vez direto dos arquivos do próprio Kid, que me passou um CDR com esse excelente programa cheio de clássicos e raridades do punk e da new wave. Este programa foi presente de um amigo do Kid que transferiu do cassete para CD. Queria aproveitar a oportunidade e pedir a quem tiver outros programas do Kid gravados que entre em contato conosco. Seria ótimo podermos resgatar todo o material que ainda existe por aí!

A última música do programa fica como um enigma para voces, leitores. Como o Kid diz lá, essa banda "mudou totalmente de estilo e fez um disco de new wave digno de qualquer banda lá de Londres". Quem descobrir poste um comentário! Quem descobrir primeiro ganha um bigode postiço.
No mais utilize o link abaixo para baixar este programa, que está dividido em duas partes e tem uma hora de duração. Entre nesta cápsula do tempo...! (por Carlos).

Setlist:
Parte 1:
1.Ramones - She's a Sensation
2.Adverts - New Church (live)
3.The Plasmatics - Want You Baby
4.Sid Vicious - My Way
5.Slaughter & The Dogs - Boston Babies
6.Undertones - Boy Wonder
7.New York Dolls - Trash
8.Johnny Thunders - Dead Or Alive
9.Sex Pistols - Bodies

Parte 2:
1.Skids - Sweet Suburbia
2.George Thorogood & The Destroyers - It Wasn't Me
3.Gary Numan - On Broadway (live)
4.B-52's - Lava (extended remix)
5.David Bowie - The Jean Genie
6.??? (descubra quem é!) - Food Fight

Download aqui

04 fevereiro 2008

POEIRA ZINE

Saiu a edição especial de cinco anos do Poeira Zine e aproveito a oportunidade pra fazer esta postagem pra falar da melhor publicação de rock clássico que eu já li nesse país.
Editado pelo jornalista Bento Araujo, aliás um cara de extremo bom gosto musical, nisso nós temos muita coisa em comum, pois uma de suas bandas favoritas é o Grand Funk Railroad, e eu confesso que também é um dos meus power trios de cabeceira, ao lado de Cream, West, Bruce & Laing e Beck, Boggert & Appice.
Nessa edição de aniversário tem muita coisa legal, uma matéria do Festival de Monterey,Led Zeppelin em Knebworth, (1979), MC5, Bowie, enfim grandes momentos ao vivo da carreira dessas estrelas do rock. E, de quebra uma lista dos 30 melhores discos ao vivo do rock and roll, vejam só os cinco primeiros:
1- DEEP PURPLE - MADE IN JAPAN (1972)
2- ALLMAN BROTHERS - AT FILLMORE EAST - (1971)
3-THE WHO - LIVE AT LEEDS (1970)
4- THE ROLLING STONES - GET YER YA-YA´S OUT (1970)
5- THIN LIZZY - LIVE AND DANGEROUS (1978)

Não perca tempo, se voce quiser conhecer uma revista bem impressa, cheia de informações e dicas preciosas, voce não pode perder essa edição de aniversário do Poeira Zine.
Tem mais, esse especial é colorido, e belissimamente ilustrado, tem uma foto da banda do Captain Beefheart que só ela já vale o zine.
Se voce quer saber mais sobre classic rock procure o poeira zine nas lojas de discos da galeria do rock em SP, na Nuvem Nove Discos do Itaim ou pelo email:
contato@poeirazine.com.br
http://www.poeirazine.com.br/