22 julho 2007

THE ENEMY - O POWERPOP ESTÁ DE VOLTA ÀS PARADAS

Uma nova geração de bandas britanicas influenciadas pelo punk de 77 e pelos sixties domina a cena de 2006 pra cá. Primeiro foi Fratellis, depois o The View (cujo álbum está entre os nomeados para o premio Mercury Prize), então vieram The Pigeon Detectives,The Maccabees e mais recentemente The Enemy.
Há pouco tempo atrás eu comentei os dois primeiros singles do trio ingles, e agora sai o álbum "We´ll Live and Die in These Towns".
Os quatro primeiros singles antes do álbum são hits instantâneos, "40 Days and 40 Nights", "It´s Not OK", "Away Fron Here" e a recente "Had Enough".
Ouvindo as outras faixas do cd de estréia fica claro a influência de Paul Weller e do The Jam, inclusive a voz do vocalista lembra muito os vocais dos dois primeiros discos do The Jam.
Na faixa titulo "We´ll Live and Die in These Towns" a banda usa referencias da música "Down in the Tube Station at Midnight" do The Jam.
Muita gente por aqui tá torcendo o nariz pra essa nova geração power pop britânica, mas o importante é encarar o som dessas crianças como uma alternativa ao pop massacrado pelas bandas emo britanicas sem qualidade, que aparecem como, Enter Shikari e Biffy Clyro.
Além dessa geração power pop ainda existe uma nova geração punk de qualidade encabeçada pelo Gallows e pelos adolescentes do Outl4w que tocam até coisas do Sham 69, Ruts, Black Flag e UK Subs.
Essas são as crianças do bem!!!!

Abaixo os dois formatos do single "Had Enough" , o primeiro em vinil marmorizado branco e o segundo em picture disc, os dois com faixas inéditas no lado b.








2 comentários:

sq00 disse...

Cara teu blog é um achado !
Pena que poucas pessoas conehçam ele... nesses ultimos dias esse blog é uma das maiores fontes de cultura musical da internet pra mim , parabens !

du disse...

Opa! Melhor disco do Ano! The Enemy ta com tudo! rs...
Marcio Custodio dizendo que e deprimente, e Lucio Ribeiro nunca escreveu uma linha sobre os caras, vai entender
que Joe Lean and the Jing Jang Jong que nada!
Salve o ENEMY

abraco!
Beto Kitagawa