21 maio 2007

Mouse on Mars+Mark E Smith(The Fall)=Von Sudenfed

Sim, esse é o novo projeto do genial duo alemão Mouse on Mars com a colaboração de Mark E Smith do não menos genial The Fall.
Esse encontro só poderia resultar em coisa boa, pois sou fã do Mouse on Mars desde 1994 quando eles lançaram o primeiro álbum "Vulvaland". Até hoje são pelo menos dez cds, sendo que o mais recente saiu no ano passado "Vancharz".
A dupla de Dusseldorf formada por Andi Toma e Jan St. Werner sempre bebeu na fonte dos admiráveis alemães do krautrock como Can, Neu!, Kluster e até mesmo Kraftwerk.
Já por sua vez Mark E Smith é outro pioneiro e cultuada figura desde os primórdios do punk britânico em 1977.
O Fall é de Manchester e já conta com uma discografia de pelo menos 50 álbuns oficiais incluindo discos de estúdio e álbuns gravados ao vivo, sem contar uma infinidade de coletaneas e até a mais famosa caixa de Peel Sessions.
Uma qualidade do The Fall é não lançar disco ruim, os dois mais recentes comprovam isso, é só ouvir o disco de 2005 "Fall Heads Roll" e o mais recente "Reformation Post TLC".
Não é à toa que o The Fall era a banda favorita do fabuloso DJ "John Peel".
Esse encontro dos integrantes do Mouse on Mars com Mark E Smith é uma das coisas mais inusitadas desse ano.
O resultado é um disco dançante e enlouquecido onde Mark E Smith se revela até como um MC e rapper, mergulhando em batidas disco music, misturando dub e toda parafernália de ritimos eletronicos criados pelo Mouse on Mars.
Antes do álbum"Tromatic Reflexxions" lançado esta semana na Inglaterra, o Van Sudenfed lançou um 12" remix da faixa "Fiedermaus Can´t Get It", que dá pra ver o clip no myspace, com os tres vestidos de Drag Queen.
http://www.myspace.com/vonsudenfed
Uma coisa que os caras do Mouse on Mars e o Mark E Smith deixaram bem claro é que esse é apenas um projeto paralelo e não significa que seja uma banda pra ficar.
Independente disso o Fall continua e o Mouse on Mars também, Von Sudenfed é apenas um disco repleto de batidas dançantes pra animar as pistas mais alternativas do planeta.

2 comentários:

Katacultura disse...

Olá Kid, tudo na paz?!
Estive sem tempo, mas agora vou voltar a ativa para falar sobre boa música. Bela dica essa. Mark E smith é o cara e o Fall uma das minhas bandas favoritas dos anos 80( fase que mais gosto deles). já ouviu o novo do rob Criw? eu gostei. Legal teu texto no livro do massari.
Abração

Alexandre disse...

Kid ! Cara, na verdade, Mark E. Smith foi o primeiro rapper do mundo, pela maneira de cantar, quase declamando suas letras. Bom, sou Fall-maníaco, apesar de não ter os 50 álbuns, pelo menos uns 20/30 eu tenho, incluindo a belíssima caixa de Peel Sessions. Wedding Present até os imitou e lançou caixa similar.

Cara, Paris é maluca de tudo mas, acabei gostando mais do modo de vida de Strasbourg. Te mandei um email com três bandas que gostei aqui em Paris. Ah, vc iria pirar na loja Born Bad, bem bacana. Setembro, New York me espera novamente, vou me acabar na Other Music.