04 abril 2007

THE ALIENS - Astronomy For Dogs

Antes de começar a comentar The Aliens é preciso voltar no passado e relembrar uma das mais injustiçadas bandas do final da decada de 90 a Beta Band. O grupo gravou tres excelentes álbuns e terminou em 2004 depois de lançar o disco "Heroes to Zeroes".
O motivo do término da Beta Band foi o descontentamento de seus integrantes, pois os tres discos receberam altos elogios da crítica, mas não tiveram o mesmo sucesso com o público que não reconheceu o trabalho da Beta Band.
Realmente é uma pena, pois muitas vezes o público ingles, principalmente, se identifica muito mais com o "hype" do momento do que com a qualidade.
Depois da Beta Band um dos fundadores Steve Mason tentou um projeto mais ousado chamado King Biscuit Time, que também aconteceu a mesma coisa, boas reviews da critica e pouco sucesso com o público.

Em 2005 dois outros integrantes da Beta Band, John MacLean (samplers e teclados) e Robin Jones ( baterista) juntaram-se a Gordon Anderson que fez há alguns anos atrás o projeto Lone Pigeon.
Gordon Anderson foi também um co-fundador da Beta Band em 1998, mas se afastou da banda em 99 por problemas de saúde, antes que eles gravassem o primeiro álbum.
O trio escoces The Aliens estreou no ano passado com o EP "Alienoid Starmonica" e só recebeu elogios da crítica que mais uma vez os festejou da mesma maneira que o fez há oito anos atrás com a Beta Band.
Independente das comparações com a Beta Band o The Aliens vem num processo digamos mais pop que a Beta Band, mas mesmo assim não deixa de lado as influencias psicodélicas. Criticos chegaram a dizer que uma das melhores definições para o The Aliens é o mesmo que se dizer que o Velvet Underground encontrou o Sly & The Family Stone e fizeram um disco juntos.
Ouvindo "Astronomy For Dogs" dá pra sentir muito mais referencias, principalmente de pop ingles da decada de 60 como a tendencia Merseybeat na música "The Glover".
Cada música tem uma referencia especial como "The Robot" lembra bastante a banda americana Steely Dan.
O arranjo para a faixa "The Rox" tem referencias a Sgt Peppers dos Beatles e a música "The Happy Song" poderia até ser a "Allright" (Supergrass) da carreira do Aliens.
Mas eu sinto que mais uma vez nada disso vai acontecer e o The Aliens vai morrer na praia assim como a Beta Band, pois a banda apesar das boas críticas está perdida nesse mar de neo-britpops que assola o Reino Unido.
Novamente o público britânico vai optar pelos caminhos mais fáceis e o futuro da música mais uma vez será adiado.

3 comentários:

Alexandre disse...

Taí ! Vou atrás ! Beta Band, não sei o porquê, apesar de ter alguns singles e o primeiro albúm, fiquei com pé atrás na época. Bom, acho que farei um exercício : vou ouvir os álbuns do Beta Band novamente e ver se realmente eles eram "os caras". Já aconteceu isso com o Spiritualized e com o Cornershop. Tempos depois, eu deixei a preguiça de lado e escutei as duas bandas com mais carinho. Diria que virei um Spiritualized maníaco.

Jaime disse...

fala, kid!
entendo perfeitamente quando você, um colecionador de discos, superlativiza o pop. mas o bacana é que sempre vai ter música boa para o ouvinte curioso, que gosta de garimpar novos sons. é uma pena que, principalmente entre os entusiastas incondicionais pela música pop britânica (este não é o seu caso, obviamente), ainda persista a exaltação desmedida à canção pop perfeita, algo que morreu em 1965. mas a verdade é que sempre vai existir música boa, pop ou não, desde que o ouvinte se disponha a pesquisar. aí com certeza, a recompensa vale a pena.
abraço

vmvieira disse...

fala kid,

Vou ouvir esse disco. Concordo com o Alexandre (inclusive aconteceu o mesmo com o spiritualized e hoje virei Jason Pierce´s addicted , rs) e o Beta Band me pareceu bem legal nas primeiras audiçoes e depois um pouco enjoativo, principalmente o último, mas vou reouvir.

o vocalista deu umas piradas, não?

continue falando de bons discos, estava faltando um blog assim,
abs