31 dezembro 2007

"Splish Splash" de 4 de março de 1988

Agora o outro lado da mesma fitinha cassete do programa abaixo...mais 45 minutos de Splish Splash, desta vez datado de 4 de março de 1988. Um programa bem mais eclético, com vários oldies but goldies, passando pelas novidades da época, indo de rockabilly e bubblegum ao new wave e ao inclassificável.
Playlist:
1.ELVIS PRESLEY - That's Alright
2.POP WILL EAT ITSELF - There's No Love Between Us Anymore
3.NITZER EBB - Let Your Body Learn
4.TOMMY ROE - Dizzy
5.GRACE JONES - Pull Up To The Bumper
6.COLOURBOX - Suspicion
7.BILL DEAL & THE RHONDELLS - I've Been Hurt
8.AR KANE - Sadomasochism Is A Must
9.JESUS & THE MARY CHAIN - Psychocandy
10.A FLOCK OF SEAGULLS - I Ran
11.SHANGRI-LA'S - Give Him A Great Big Kiss

Desta vez nada de tão escandaloso como o Lords, mas uma ótima seleção e a sempre bem humorada e memorável locução do Kid.

Link para download

Programa "Splish Splash" 19-novembro-1987

Continuando com nosso objetivo de preservar a memória destes programas de rádio clássicos feitos por Kid nos anos 80, pulamos agora para o "Splish Splash", que era veiculado pela 89FM. Este é apenas um fragmento do programa; infelizmente gravei apenas um lado do cassete, mas ainda assim um maravilhoso souvenir daquela época. Inicia-se com uma pequena retrospectiva do hoje quase esquecido The Lords Of The New Church e se encerra com um mini-festival da Motown.
Playlist:
1.THE LORDS OF THE NEW CHURCH - New Church
2.THE LORDS OF THE NEW CHURCH - Partners In Crime
3.THE LORDS OF THE NEW CHURCH - Fresh Flesh
4.THE LORDS OF THE NEW CHURCH - Like A Virgin
5.THE RAMONES - Go Little Camaro
6.BUZZCOCKS - I Believe
7.THE RAMONES - Weasel Face
8.JUNIOR WALKER & ALL STARS - How Sweet It Is (To Be Loved By You)
9.FOUR TOPS - Walk Away Renée
10.SMOKEY ROBINSON & THE MIRACLES - He Don't Care About Me
11.OTIS REDDING - Shake (live)
12.THE SUPREMES - You Can't Hurry Love
13.STEVIE WONDER - For Once In My Life
14.SAM & DAVE - Soul Man

Link para download

Deixem comentários! Abaixo vai a capa original do single 12 polegadas do debochado cover de Madonna, "Like A Virgin" do Lords Of The New Church! Um escândalo!!!

27 dezembro 2007

Programa New Beat - fevereiro 1985!


Olá, Carlos, outra uma vez aqui. Mais um New Beat pronto para quem quiser fazer download! Esta fitinha não tinha indicação de data, mas fiz uma pequena pesquisa e provavelmente este programa deve ter ido ao ar em fevereiro de 1985. Tem uma dica na locução do Kid que ajudou a descobrir a época...
Outra vez este programa não está completo, tem apenas 60 minutos dos 120 originais. Deve ter sido um programa pré-gravado porque o operador da rádio fez uma tremenda confusão, esquecendo da vinheta de abertura e só lembrando dela depois do primeiro bloco.

No mais tem faixas fabulosas e raras do Hurrah, Microdisney e Strawberry Switchblade, entre outros para quem curte o indiepop inglês dos 80, góticos e pub rock. Nem preciso dizer que é imperdível...have fun!

PARTE 1:
1.HURRAH - Who'd Have Thought
2.MICRODISNEY - Helicopter Of The Holy Ghost
3.JASMINE MINKS - The 30 Second Set Up
4.BLUES BAND - Twenty-Nine Ways To My Baby's Door
5.DR. FEELGOOD - Sneakin' Suspicion
6.WILKO JOHNSON - Blazing Fountains
7.BAUHAUS - Bela Lugosi's Dead

PARTE 2:
1.PLAY DEAD - Conspiracy
2.400 BLOWS - Groove Junk
3.COLOURBOX - Nation
4.ILLUSTRATED MEN - Sensation
5.SWANS WAY - In Trance
6.STRAWBERRY SWITCHBLADE - Go Away
7.NEW YORK DOLLS - Red Patent Leather
8.THE SAINTS - Heavy Metal


Link para download (rapidshare)

24 dezembro 2007

Kid Vinil no programa New Beat - 16-dezembro-1984

Aqui é o Carlos novamente...

Mais um programa de rádio disponível dos nossos arquivos! Este é o New Beat, um programa que Kid fez na rádio Antena 1 de São Paulo e durou um ano (entre 1984 e 1985). Era veiculado aos domingos, das 17 às 19hs, duas horas da melhor programação de new wave e punk da época.

Este exemplar que estou postando agora está incompleto, tem apenas os primeiros 90 minutos do programa. Naquela época eu gravava o que podia, geralmente em C-90s. C120s não funcionavam muito bem no meu aparelho de som precário. Aliás a qualidade de som é apenas regular, mas várias músicas raras estão presentes. Interessante tambem por ter uma entrevista com o Chris Skepis, então guitarrista do Cock Sparrer.
Vejam só o playlist:

PARTE 1:
1.NATALIE-ANN - Doctor Games
2.PAULINE MURRAY & THE STORM - Holocaust
3.THE ADVENTURES - Send My Heart
4.SLACKS - Have a Bath
5.FLOAT UP CP - Joy's Adress
6.THE FEELIES - Love Less Love
7.THE QUESTIONS - The Price You Pay
8.(????) - grupo e título da faixa não identificados...
9.SCRITTI POLITTI - Hypnotized
10.entrevista Chris Skepis (Cock Sparrer)
11.COCK SPARRER - Chip On My Shoulder
12.entrevista Chris Skepis (parte 2) (cortado)

PARTE 2:
1.EXPLOITED - Cop Cars
2.COCK SPARRER - High Price To Pay
3.CATHEDRAL OF TEARS - Trap
4.PASSIONAL - Everything Golden
5.WAS (NOT WAS) - Bow Wow Wow Wow
6.DEAD KENNEDYS - Religious Vomit
7.BAUHAUS - Bela Lugosi's Dead (live)
8.THE RAMONES - Mama's Boy
9.ALIEN SEX FIEND - Drive My Rocket
10.CABARET VOLTAIRE - Diskono
11.SIMPLE MINDS - Street Hassle

Link

O arquivo está compactado em formato rar. Se voce precisar de um programa descompactador pode baixar o gratuito 7-zip.

18 dezembro 2007

CORRENDO NA CONTRA-MÃO EM 2007

Quem depara com uma capa dessas logo deve pensar que trata-se de uma daquelas capas de funk carioca.
Os discos me chamam atenção pela capa, esse foi um deles, a primeira vez que ouvi falar do Shit & Shine foi por recomendação da Norman Records. A definição era de algo demente como Lightning Bolt, Acid Mothers Temple e Boredoms. Recomendado para fãs de Buthole Surfers, Melvins e Todd.
Na verdade eu pensava que Lightining Bolt e Boredoms eram os exemplos extremos de caos e barulho, pós John Zorn e Metal Machine Music de Lou Reed.
Engano meu, pois de repente me aparece Shit & Shine, o próprio nome já gera um certo mal estar ("merda e brilho" ou "cagar e brilhar").
Quando recebi o LP com a referida capa levei um susto, quatro baterias, dois baixos, misturados com efeitos de teclados vintage tipo aqueles casio tone e vocais ensandecidos.
Procurei imagens no You Tube e achei diversas apresentações ao vivo, uma delas tem uma orquestra de baterias à frente e uma usina sonora por trás.
Vale a pena dar uma procurada no You Tube pra conhece-los ao vivo.
Além desse Lp o Shit & Shine tem também um cd duplo chamado "Jealous of Shit & Shine".




Por falar em escandalos e funk, este por alguns momentos foi meu single do ano, podem falar o que quiserem, reclamem à vontade, mas eu me confesso fã do Bonde do Rolê.
Semana passada pedi as duas versões do single "Marina Gasolina" lançados pela Domino em 7" e 12" polegadas, em vinil colorido.
A versão 7" polegadas que a gente ve na foto acima, traz no lado B um remix feito pela Peaches.
Na versão 12" são tres excelentes remixes e a versão original.
O melhor dos tres remixes é da galera portuguesa de Luanda chamada Buraka Som Sistema, que criou o ritmo chamado "kuduro". O destaque dessa faixa fica pra Mc Petty, uma garotinha menor de idade que é uma das vocalistas do Buraka e que precisa de autorização dos pais toda vez que se apresenta ao vivo.
Que venham os protestos, mas minha defesa vem com "Marina Gasolina"
Porra! Salve Marina Anfetamina!, Viva Afrika Bambaata!, e por fim o meu apelo "Marina Gasolina, volte pro Bonde do Rolê"

13 dezembro 2007

PAUL SIMON


Vamos dar um refresco na coisa de listas, até que eu pense melhor na minha pra publicar, e falar de um disco que vira e mexe eu to ouvindo. Esse é o primeiro álbum solo de Paul Simon, lançado em 72, dois anos depois da separação da dupla Simon & Garfunkel. Desde criança sempre fui fã da dupla, fico emocionado cada vez que ouço "América". Da mesma forma esse disco de Paul Simon às vezes me leva às lágrimas, tenho até medo de discos que me causam tanta emoção.

Considero esse a obra prima de Paul Simon, muito antes dele fazer "Graceland" na decada de 80. Ali estavam as sementes de toda sua carreira solo, a mistura da música folk, do country, do blues e da latinidade contida até na percussão do brasileiro Airto Moreira, assim como as flautas peruanas do Los Incas.

Musicas como "Mother and Child Reunion" , "Duncan" e "Me and Julio Down by the Schoolyard" são eternas.

Hoje vendo a lista da Rough Trade com várias coisas desse chamado Anti-Folk, chego à conclusão que Paul Simon foi um pioneiro do Anti Folk.

Ouvindo "Duncan" é fácil saber de onde vem toda genialidade dos novatos novaiorquinos Vampire Weekend.

Paul Simon é uma forte referencia pra toda essa geração de Devendra Banhardt, Bright Eyes,Jose Gonzales,Beirut,Sufjan Stevens e muitos outros.

Se você um dia gostou de Simon & Garfunkel e curtiu "Graceland" na decada de 80, com certeza vai gostar desse primeiro solo de Paul Simon, mas se voce é daqueles que acha que Paul Simon se aproveitou da world music em seus trabalhos solo, esqueça, é apenas uma dica de um disco que eu aprecio muito.

Em todo caso, voce pode ouvi-lo no bolachas grátis:

http://www.bolachasgratis.blogspot.com/

(de quebra ele tem o novo Magnetic Fields)

12 dezembro 2007

A LISTA DO NME

Saiu hoje a lista dos melhores discos e singles de 2007 pelo semanário inglês New Musical Express.
O NME existe há mais de 50 anos e continua sendo a mesma publicação de rock que eu vivenciei desde a epoca da explosão do movimento punk no Reino Unido.
Muita gente às vezes sem elementos históricos critica o NME nesses últimos tempos, mas eu que acompanho e coleciono o jornal desde seus primórdios, posso falar com uma certa propriedade em defesa do editorial do NME.
Hype? isso existe desde que eu me conheço por gente, Elvis foi criado através de um hype, os Beatles, os Stones,e todo movimento punk. Lembro que o Clash vivia na capa do NME, alguns odiavam outros amavam. John Peel odiava o Clash, mas nem porisso eu deixei de gostar do John Peel. No final das contas caimos naquela velha frase "gosto musical não se discute", então vamos aos fatos, a lista do NME desse ano tá de bom tamanho, tirando aquela velha "pagação" que acontece todo ano deles elegerem alguém fora do contexto, por exemplo no meio de singles maravilhosos como Klaxons,Glasvegas, Cribs e Teenagers, aparece a tal Rihana, todo ano tem isso, em 2005 foi a Britney Spears e vai por aí, mas tirando isso o restante das escolhas me agradaram bastante, então aí vão:
Albuns 2007
1. Klaxons – Myths Of The Near Future
2. Arctic Monkeys – Favourite Worst Nightmare
3. Radiohead – In Rainbows
4. Arcade Fire – Neon Bible
5. Les Savy Fav – Let’s Stay Friends
6. Kings Of Leon – Because Of The Times
7. MIA – Kala
8. Biffy Clyro – Puzzle
9. The Cribs – Men’s Needs, Woman’s Needs, Whatever
10. Battles – Mirrored
11. LCD Soundsystem – Sound Of Silver
12. The Shins – Wincing The Night Away
13. Pj Harvey – White Chalk
14. Babyshambles – Shotters Nation
15. The White Stripes – Icky Thump
16. The Coral – Roots & Echoes
17. Future Of The Left – Curses
18. The Good The Bad & The Queen – The Good The Bad & The Queen
19. Richard Hawley – Lady’s Bridge
20. Block Party – A Weekend In The City
21. The Enemy – We’ll Live And Die In These Towns
22. Black Lips – Good Bad Not Evil
23. Maps – We Can Create
24. The Maccabees – Colour It In
25. The Hold Steady – Boys And Girls In America
26. Kate Nash – Made Of Bricks
27. The Horrors – Strange House
28. Bright Eyes – Cassadaga
29. Lethal Bizzie – Back In Bizznizz
30. Queens Of The Stoneage – Era Vulgaris
31. The Pigeon Detectives – Wait For Me
32. Grinderman – Grinderman
33. Simian Mobile Disco – Attack Decay Sustain Release
34. New Young Pony Club – Fantastic Playroom
35. Super Furry Animals – Hey Venus
36. Holy Fuck – Holy Fuck
37. Jamie T – Panic Prevention
38. Justice -
39. Jeffery Lewis – 12 Crass Songs
40. El-P – I’ll Sleep When You’re Dead
41. Menomena – Friend And Foe
42. Patric Wolf – The Magic Position
43. Foo Fighters – Echoes, Silence, Patience And Grace
44. Gruff Rhys – Candy Lion
45. !!! – Myth Takes
46. Kaiser Chiefs – Yours Truly, Angry Mob
47. Enter Shikari – Take To The Skies
48. The View – Hats Off To The Buskers
49. Interpol – Our Love To Admire
50. Beirut – The Flying Club Cup

Tracks & Singles 2007
1. Klaxons – Golden Skans
2. Glasvegas – Daddy’s Gone
3. The Cribs – Men’s Needs
4. The Teenagers – Homecoming
5. Rihanna – Umbrella
6. The Ting Tings – That’s Not My Name
7. Arctic Monkeys – Brainstorm
8. Foals – Mathletics
9. Arcade Fire – Intervention
10. LCD Soundsystem – North American Scum
11. Grinderman – No Pussy Blues
12. Foals – Hummer
13. Amy Winehouse – Back To Black
14. Black Lips – O Katrina!
15. Battles – Atlas
16. Arctic Monkeys – Fluorescent Adolescent
17. MIA – Jimmy
18. Hadouken! – That Boy That Girl
19. Santogold – Les Artistes
20. Dizzee Rascal – Sirens
21. Super Furry Animals – Run Away
22. Klaxons – It’s Not Over Ye
t23. Justice – Dance
24. The Gossip – Standing In The Way Of Control
25. Kings Of Leon – Charmer
26. Arcade Fire – Keep The Car Running
27. Howling Bells – Low Happening
28. Bjork – Earth Intruders
29. Jarvis – Don’t Let Him Waste Your Time
30. Does It Offend You, Yeah? – Let’s Make Out
31. Gallows – Abandon Ship
32. Those Dancing Days – Those Dancing Days
33. Cold War Kids – Hang Me Up To Dry
34. XX Teens – Darlin´
35. Block Party – The Prayer
36. The Hives – Tick Tick Boom
37. The White Stripes – Icky Thump
38. Lightspeed Champion – Galaxy Of The Lost
39. Late Of The Pier – Bathroom Gurgle
40. The Horrors – She Is The New Thing
41. MIA – Boyz
42. The Enemy – It’s Not Ok
43. Kate Nash – Foundations
44. CSS – Off The Hook
45. Black Lips – Bad Kids
46. Richard Hawley – Tonight The Streets Are Ours
47. Patric Wolf – The Magic Position
48. Queens Of The Stoneage – Sick, Sick, Sick
49. Los Campesinos! You! Me! Dancing!
50. Biffy Clyro – Living Is A Problem Because Everything Dies

Tracks Of The Week 2007
The View - Same Jeans
Bloc Party - The Prayer
My Chemical Romance - Famous Last Words
Arcade Fire - Keep The Car Running
Kaiser Chiefs - Ruby
LCD Soundsystem - North American Scam
The Enemy - It's Not OK
The Twang - Wide Awake
Enter Shikari - Anything Can Happen In The Next Half Hour...
The Sounds - Tony The Beat
Arctic Monkeys - Brainstorm
Stalkers - Let's Get It Together
Dan Le Sac Vs Scroobius Pip - Though Shalt Always Kill
Battles - Atlas
Cajun Dance Party - The Next Untouchable
The Cribs - Men's Needs
Manic Street Preachers - Your Love Alone Is Not Enough
Mamm-Ra - She's Got A New High
Dizzee Rascal - Sirens
The Teenagers - Homecoming
The White Stripes - Icky Thump
Gallows - Abandon Ship
The Twang feat. The Streets - Either Way
Arctic Monkeys - Fluorescent Adolescent
Klaxons - It's Not Over Yet
The Enemy - Had Enough
Hard-Fi - Suburban Knights
Bright Eyes - Hot Knives
Pigeon Detectives - Take Her Back
The Cribs - Moving Pictures
The Courteeners - Cavorting
Babyshambles - Delivery
We Start Fires - Play You
Does It Offend You? - Let's Make Out
The Enemy - You're Not Alone
Late Of The Pier - Bathroom Gurgle
Kasabian - Fast Fuse
The Wombats - Let's Dance To Joy Division
Joe Lean & The Jing Jang Jong - Lucio Starts Fires
Those Dancing Days - Those Dancing Days
Sex Pistols - God Save The Queen
The Ting Tings - Fruit Machine
Santogold - Creator/LES Artistes
Glasvegas - Daddy's Gone
Bloc Party - Flux
Gallows Feat. Lethal Bizzle - Staring At The Rude Bois
Let's Wrestle - I Won't Lie To You
Radiohead - Jigsaw Falling Into Place
Frendly Fires - Paris

Agora se voce procura uma lista bem alternativa e menos pop dê uma espiada na lista dos 100 melhores discos de 2007, segundo a loja Rough Trade, em http://www.roughtrade.com/

Abaixo a lista transcrita, tem muita coisa obscura, mas no meio a gente encontra alguma coisa pop e até mesmo o nosso Bonde do Role em 35. lugar, confira!

ROUGH TRADE SHOPS ALBUM OF THE YEAR 2007
ALELA DIANE - THE PIRATES GOSPEL
Esse é o disco do ano da Rough Trade, segundo eles uma Gillian Welch ou uma Joanna Newsom, um som pra lá de folk, digamos rural, só mesmo a Rough Trade pra dar a uma ilustre desconhecida o mérito de disco do ano, confira o som dela no myspace
http://www.myspace.com/alelamusic

PATRICK WATSON -CLOSE TO PARADISE -
PANDA BEAR - PERSONPITCH - .
WEST COAST - STUDIO -
MIRACLE FORTRESS - FIVE ROSES -
BURIAL - UNTRUE -
LCD SOUNDSYSTEM -SOUND OF SILVER -
WOODEN SHJIPS -WOODEN SHJIPS -
BATTLES - MIRRORED
M.I.A - KALA -
Beirut - The Flying Club Cup
Holy Fuck - LP
New Young Pony Club - Fantastic Playroom
Robert Wyatt - Comicopera
Mountain Of One - Collected Works
Arcade Fire - Neon Bible
Tap Tap - Lanzafame
Supermayer - Save The World
Of Montreal - Hissing Fauna, Are You The Destroyer?
Mark Ronson - Version
Grinderman - Grinderman
Good Shoes - Think Before You Speak
Justice - Cross
Elvis Perkins - Ash Wednesday
Alberta Cross - The Thief And The Heartbreaker
White Stripes - Icky Thump
Cinematic Orchestra - Ma Fleur
Candy Payne - I Wish I Could Have Loved You More
Plastic Operator - Different Places
The Horrors - Strange House
Jacob Golden - Revenge Songs
Chemical Brothers - We Are The Night
Arctic Monkeys - Favourite Worst Nightmare
Manhattan Love Suicides - Manhattan Love Suicides
Om - Pilgrimage
Bonde Do Role - With Lasers
Concretes - Hey Trouble
Two Lone Swordsmen - Wrong Meeting 2
Von Sudenfed - Tromatic Reflections
Jeffery Lewis - 12 Crass Songs
Eugene Mcguiness - The Early Learnings Of Eugene Mcguinness
Young Republic - 12 Tales From Winter City
Voice Of Seven Woods - Voice Of Seven Woods
Bjork - Volta
Tunng - Good Arrows
Sharon Jones - 100 Days 100 Nights
Super Furry Animals - Hey Venus
PJ Harvey - White Chalk
Devendra Banhart - Smokey Rolls Down Thunder Canyon
Kevin Ayers - The Unfairground
King Creosote - Bombshell
Animal Collective - Strawberry Jam
Thurston Moore - Trees Outside The Academy
Jim White - Transnormal Skiperoo
Soulsavers - It's Not How Far You Fall It's The Way You Land
Chromatics - Night Drive
Iron And Wine - The Shepherd's Dog
Black Lips - Good Bad Not Evil
Richard Hawley - Lady's Bridge
Liars - Liars
No Age - Weirdo Rippers
Pissed Jeans - Hope For Men
Chromeo - Fancy Footwork
Interpol - Our Love To Admire
Cocorosie - The Adventures Of Ghosthorse And Stillborn
Lucky Soul - The Great Unwanted
Feist - The Reminder
Yacht - Believe In You. Your Magic Is Real
Pinch - Underwater Dancehall
Jack Penate - Matinee
Matthew Dear - Asa Breed
Bodies Of Water - Eyes Will Pop And Ears Will Blink
The Good The Bad The Queen - The Good The Bad The Queen
Queens Of The Stone Age - Era Vulgaris
Dinosaur Jr - Beyond
Bright Eyes - Cassadaga
Babyshambles - Shotters Nation
Qui - Love's Miracle
Go Team - Proof Of Youth
Arthur And Yu - In Camera
Ghostface Killah - The Big Doe Rehab
Blonde Redhead - 23
Ruarri Joseph - Tales Of Grime And Grit
Keren Ann - Keren Ann
Klaxons - Myths Of The Near Future
1990's - Cookies
Basia Bulat - Oh, My Darling
Seabear - The Ghost That Carried Us Away
Valgeir Sigurdsson - Ekvilibrium
Sigur Ros - Hvarf - Heim
Bird And The Bee - Bird And The Bee
Blanche - Little Amber Bottles
Maps - We Can Create
Dizzee Rascal - Maths And English
Robert Plant And Alison Krauss - Raising Sand
Glass Candy - Beatbox
Jaymay - Autumn Fallin'
St Vincent - Marry Me
Simian Mobile Disco - Attack, Decay, Sustain, Release
Tinariwen - Aman Iman : Water Is Life

11 dezembro 2007

Melhores relançamentos de 2007

MOBY GRAPE
Dentre os melhores relançamentos de 2007 estão os cinco cds lançados pela banda americana
Moby Grape no selo Columbia (hoje Sony).
Uma das bandas mais ignoradas da era psicodelica,o Moby Grape foi formado em 1966 em San Francisco. Diferente das bandas psicodelicas daquela epoca o Moby Grape misturava elementos de folk, country, blues e classic rock.
Um de seus célebres integrantes foi o guitarrista Skip Spence, que antes do Moby Grape tocou bateria na primeira formação do Jefferson Airplane.
O primeiro disco de 1967 é o grande clássico da banda, após esse disco Skip Spence sai no meio das gravações do segundo album "Wow" e lança seu primeiro e único clássico da psicodelia o álbum "Oar", e se afasta definitvamente por problemas mentais e veio a falecer em 1999 aos 54 anos. Muitos o citam como um Syd Barret americano.
Sem Skip a banda continuou por mais quatro bons álbuns no selo Columbia:
-Wow - 1968
-Grape Jam - 1968
-Moby Grape 69
-Truly Fine Citizen - 1969
Em 2007 o selo americano Sundazed, resolveu reeditar esses cinco álbuns com várias bonus tracks.
Infelizmente por uma briga legal envolvendo direitos autorais entre a banda e a gravadora Sony, os dois primeiros cds foram rápidamente retirados de catálogo. Algumas lojas ainda os tem em estoques limitados, mas no ebay as cópias fora de catálogo já chegam aos 80 dolares.



SLY AND THE FAMILY STONE
A banda liderada por Sly Stone foi uma das mais importantes bandas de funky/soul do final da decada de 60. Foram pioneirros na mistura da música psicodélica e do rock and roll com a soul music e o funk. A apresentação do Sly and The Family Stone no Festival de Woodstock em 1969, é um dos momentos históricos da música pop.
Este ano a gravadora Sony reeditou remasterizado com bonus tracks, todo o catálogo do Sly & The Family Stone, eu recomendo os oito primeiros discos da banda, todos eles clássicos.
Abaixo a capa de "Stand!" de 1969, da epoca de Woodstock, que traz a famosa "I Want to Take You Higher". THE PHOTOS
Esse é mais um daqueles discos esquecidos pelo tempo, mas que nem porisso desmerece seu reconhecimento, mesmo que tardio. Um dos melhores álbuns de powepop/new wave, que pode ser comparado a "Paralel Lines" do Blondie.
Lançado em 1980, o The Photos seria uma resposta britânica ao Blondie, com a charmosa vocalista Wendy Fu. O disco emplacou alguns sucessos nos top hits da epoca. Muito mais que um Blondie a banda tinha uma pegada Buzzcocks nas guitarras, o que dava a eles um sabor punk pop. Relançado em 2007 o cd traz mais umas 10 faixas bonus, com inéditas demos e lado b de singles.



Outros relançamentos importantes de 2007
NEVER MIND THE BOLLOCKS HERE´S THE SEX PISTOLS
Edição em vinil do aniversário de 30 anos de seu lançamento, inclui poster e compacto com a música "Submission", assim como o original lançado em 1977.
THE PIPER AT THE GATES OF DAWN - PINK FLOYD
clássico primeiro álbum do Pink Floyd, edição , de aniversário dos 40 anos, do disco lançado em 1967. Essa edição especial é tripla e traz mixagens diferentes e faixas bonus.
THE SONGS REMAINS THE SAME - LED ZEPPELIN
Edição de 30 anos do album e filme, agora em cd duplo, com 6 bonus tracks e do dvd remasterizado, duplo com extras e entrevistas em edições luxuosas, com fotos e até uma camiseta.
JOY DIVISON - "Unknown Pleasures", "Closer" e "Still"
Os tres álbuns do Joy Division recebem edição especial em 2007 em cds duplos, todos com shows ao vivo inéditos.
Também foi lançada uma caixa em vinil, para colecionadores, caríssima!
LOVE - THE BLUE THUMB RECORDINGS
Os dois últimos discos do Love no selo Blue Thumb, numa edição especial tripla que traz ainda um show ao vivo no terceiro cd.
Muitos consideram os álbuns "False Start" e "Out Here" como os discos mais fracos do Love, mas só o tempo pra apagar essa má impressão, ouvindo esses discos novamente chegamos à conclusão que mesmo nessa fase eles ainda eram bons.
SONIC YOUTH - "Daydream Nation"
Sexto disco de 1988 e o último pelo selo independente Blast First, depois assinaram com a grande gravadora Geffen Records.
Nele clássicos como "Teen Age Riot" e "Eric´s Trip", essa reedição de luxo traz um cd bonus, com faixas inéditas e existe também uma edição especial numa caixa com 4 LPS.
HOUSE OF LOVE - "The German Album"
Esse é um disco interessante lançado em 1987 sómente na Alemanha, antes do House Of Love lançar seu disco de estréia pela Creation. Ele traz demos de faixas que fariam parte de seus dois primeiros discos e mais algumas inéditas.

10 dezembro 2007

Programa Kid Vinil - 1981!!


Olá, aqui é o Carlos novamente...Estou postando mais um programa "Kid Vinil" digitalizado a partir de um velho cassete! Este precioso documento novamente não tem data, mas estou presumindo que seja de junho ou julho de 1981. Com a limitação da fita cassete a última faixa no lado 1 (Talking Heads) está cortada e continua no começo da segunda parte. Naquela época eu só gravava alguns dos programas e nem colocava as datas, só tentava descobrir os nomes das bandas que o Kid tocava. Este programa prova que ele foi o primeiro a tocar Duran Duran em uma rádio brasileira! Veja abaixo o playlist:
PARTE 1:
1.SKIDS - Animation
2.LURKERS - Pills
3.THE STRANGLERS - 5 Minutes
4.ULTRAVOX - Rockwrok
5.WEIRDOS - Fort USA
6.PSYCHEDELIC FURS - We Love You
7.SPANDAU BALLET - Reformation
8.CHELSEA - Decide
9.TALKING HEADS - Cities
PARTE 2:
1.DURAN DURAN - Planet Earth (Night Version)
2.KILLING JOKE - Complications
3.MAGAZINE - Model Worker (live)
4.CLASSIX NOUVEAU - Guilty
5.ANGELIC UPSTARTS - The Young Ones
6.VAPORS - Turning Japanese
espero colocar vários outros programas aqui, fiquem a vontade para pedir algo de alguma época específica, se eu ou o Kid tivermos faremos uma força para disponibilizar.

06 dezembro 2007

BILLY CHILDISH, o Herói do mês de Dezembro + Musiquinhas de Natal

Billy Childish sempre correu na contra-mão do sucesso, um "outsider" por natureza, já citei por aqui o grande show do Milkshakes que eu vi em 1983 e virei fã incondicional do cara. Seus projetos são inúmeros, adoro Headcoats e sua carreira solo.

Esse mês mais do que merecido a revista britânica Plan B do crítico Everet True tem Billy Childish na capa. (foto acima)



O single natalino do momento é "Christmas 1979" com Billy Childish and The Musicians Of The British Empire", ouça no myspace essa mensagem natalina garageira

http://www.myspace.com/themusiciansofthebritishempire



Como se não bastasse o single, o inquieto Billy Childish lança em LP e CD "Christmas 1979", com doze canções natalinas, com aqueles titulos manjados como, "Santa Clauss", "Christmas Lights", "A Quick One (Pete Townshend´s Christmas)", esse é o melhor título zuando com o guitarrista do Who. Tem também "Comanche (Link Wray Christmas)" em homenagem a outro grande guitarrista dos sixties Link Wray. O espírito natalino está presente em todas as faixas e encerra o disco com o melhor título "Christmas Hell" ( "Natal dos Inferno").




Além do competente inferno natalino nosso herói Billy Childish ainda bota essa semana na praça um cd e lp de sessions pra rádio britânica XFM, de sua banda Buff Medways. (capa ao lado)











O que seria uma canção de natal mais eletronica e shoegazer ao mesmo tempo?

A resposta está no cd recém lançado do Yellow6, do músico John Attwood, natural de Liecester no Reino Unido.

Confira o trabalho do Yellow6 no myspace:
http://www.myspace.com/jonyellow6

a capa do single de natal do Yellow6 "Merry6mas2007, é essa abaixo,



É interessante como os ingleses e americanos se amarram nessa coisa de fazer canções natalinas. Na epoca do punk rock (1977)essas brincadeiras com canções de natal se propagaram entre os independentes. Lembro que o Dickies regravou "Silent Night" em 1977, o Stiff Little Fingers "Little Drummer Boy" e os Ramones "Merry Cristmas I Don´t Want To Fight Tonight", que recebeu agora uma versão à la Jesus & Mary Chain feita pela banda americana "Asobi Seksu", a capinha do single recém lançado está logo abaixo. Pra conhecer mais deles no myspace

http://www.myspace.com/asobiseksu O melhor single de natal lançado em 2007, The Black Arts "Christmas Number One"



Esse é o resultado da união de duas grandes bandas indie, Art Brut e Black Box Recorder.
Isso gerou uma canção natalina na tradição Slade e Wizzard (duas bandas do glam rock que gravaram verdadeiros hinos natalinos na decada de 70). Ouça e veja o video do Black Arts

E pra terminar o The Killers lança dia 14 o single "Don´t Shoot Me Santa", que promete ser a canção indie pop mais tocada desse natal na Inglaterra e nos EUA.
O video foi deletado do YouTube, mas dá pra assitir no link abaixo:

05 dezembro 2007

Programa Kid Vinil de 1980, rádio Excelsior

Aqui é Carlos, guitarrista da banda do Kid! Estou postando hoje um programa dos arquivos de Kid, que acabei de digitalizar de uma velha fita cassete. Grande documento histórico, dando uma excelente visão da cena no final dos anos 70 e na aurora dos anos 80. Este programa foi gravado provavelmente em janeiro de 1980 (não há nenhuma data anotada), mas o setlist é fantástico. Vejam:
PARTE 1:
1.X-RAY SPEX - Let's Submerge
2.THE RECORDS - Girl
3.DRONES - Lookalikes
4.THE ATLANTICS - Big City Rock
5.THE POLICE - Message In A Bottle
6.CHEAP TRICK - I'll Be With You Tonight
7.WAYNE COUNTY & THE ELECTRIC CHAIRS - Wonder Woman
8.BOOMTOWN RATS - Nice 'n' Neat
9.THE MEMBERS - Fear On The Streets
10.EDDIE COCHRAN - Somethin' Else

PARTE 2:
1.THE YARDBIRDS/SHAM 69 - Mister, You're A Better Man Than I
2.BUZZCOCKS - A Different Kind Of Tension
3.THE SKIDS - Masquerade
4.FINGERPRINT - Who's Your Friend?
5.THE JAM - Billy Hunt
6.ROBERT GORDON - Flyin' Saucers Rock & Roll
7.999 - Homicide
8.final: SHAM 69 - What Have We Got (live)

baixem o arquivo aqui:
http://rapidshare.com/files/74419526/ProgramaKidVinil_jan80_.rar

03 dezembro 2007

UNTITLED MUSICAL PROJECT

Tá difícil encerrar o ano sem encontrar bons lançamentos de última hora. Esta semana recebi a mais recente edição da revista inglesa "Artrocker" e o álbum do mês é do trio de Birmingham(UK) Untitled Musical Project.
Se voce procura novas bandas barulhentas influenciadas pelo punk e pela geração Dischord/ Fugazi/Minor Threat, essa é mais uma delas.
Alguns titulos das músicas desse mini álbum de estréia do Untitled Musical Project merecem ser citados:
-"I May Not Be Jimi Hendrix But At Least I´m Still Alive"
-Why Isnt Paul McCartney
- Lowest Prices in Europe! Guaranted!
-Endless Deodorant and Bad Shoes

Bom humor à parte, a banda pega pesado e merece todo hype feito pela Artrocker.
http://www.myspace.com/untitledmusicalproject

www.artrocker.com

The Violets - The Lost Pages



The Violets é o nome desse simpático trio britânico, que na recente entrevista pra revista Artrocker fizeram questão de deixar bem claro que eles não são góticos.

Um detalhe interessante, pois acompanho o Violets desde seus primeiros singles, é que sempre tive uma impressão de que eles tinham uma certa influencia gótica, mas o som deles puxa bastante pro pós punk.

Talvez essa citação gótica deva-se ao fato de que a vocalista é uma fanática por Siouxsie Sioux e que o álbum favorito deles é "Kaleidoscope " do Siouxsie and The Banshees.

O meu favorito é "The Scream" o primeiro dos Banshees e acho que o som deles tem muito a ver com esse disco.

"The Lost Pages" do Violets é mais um excelente álbum de 2007, que vai constar na minha lista dos melhores.

http://www.myspace.com/thevioletsuk

01 dezembro 2007

LACROSSE


Quando eu imaginava que tinham fechado a tampa dos bons lançamentos de 2007, surge do nada mais uma grande banda sueca, Lacrosse.

Lacrosse é um jogo do tradicional do Canadá, e também o nome da cidade natal de um certo serial killer chamado Ed Gein. Independente disso Lacrosse é um sexteto de Estocolmo na Suécia, cinco rapazes e uma garota.

Se voce gosta de Beach Boys, I´m From Barcelona, Neutral Milk Hotel, Bearsuit e Lovin´Spoonfull, voce vai amar o Lacrosse. Tem momentos que os vocais lembram até as harmonias do Polyphonic Spree e as primeiras coisas do Arcade Fire.

Um outro detalhe interessante e que pode alavancar a carreira do Lacrosse é que duas músicas desse cd "This New Year Will Be For You And Me" estão na trilha sonora do filme "Outside Love" de Daniel Espinosa.

http://www.myspace.com/lacrossesthlm

30 novembro 2007

Previsões dos melhores de 2007

Em dezembro já começam a aparecer as primeiras listas dos melhores discos de 2007, vou arriscar alguns palpites agora de cinco que estarão na minha lista dos melhores, mas calma, até o final de dezembro publicarei duas listas, os 50 melhores álbuns de "rock pop" e os 50 mais no genero "Lado B".
Por enquanto apenas alguns palpites que me vem à cabeça.
O primeiro que abre esta postagem é a grande "zebra" de 2007 o projeto Panda Bear e o álbum "Person Pitch".
Esse é o projeto de Noah Lennox do Animal Collective, que também lançou um excelente álbum em 2007, mas o projeto de Noah consegue ser melhor que o disco do Animal Collective.
Essa capa do Panda Bear e a edição tripla em vinil de 10" polegadas do Queens Of The Stone Age "Era Vulgaris" são duas das minhas capas favoritas de 2007.

A capa acima é do já conhecido "Sound of Silver"do LCD Soundsytem, esse eu arrisco dizer que será melhor disco pop de 2007, não vou rotular como eletronico ou coisas assim, pois LCD Soundsytem é pop e de muita qualidade. Quer canção mais pop e maravilhosa do que "All My Friends" (é tudo que o New Order gostaria de ter feito nesses últimos anos).
O Show do LCD Soundsystem no EletroniKa de Belo Horizonte na minha opinião foi um dos melhores shows que eu vi este ano, James Murphy é meu herói em 2007!



Uma banda que conseguiu manter a qualidade de seu trabalho foi o Arcade Fire, pois não seria fácil depois de um clássico como "Funeral" em 2004, mas os caras voltaram com outro grande disco "Neon Bible".

Essa é uma daquelas bandas "queridas", paixão à primeira escuta, foi assim que me deixaram esses caras de Athens,Georgia, quando ouvi pela primeira vez "The Sunlandic Twins" em 2005, daí fui atrás de tudo que eles lançaram desde 1997.
Como se não bastasse essa maravilha que é "Hissing Fauna, Are you the Destroyer?", o álbum de 2007, eles ainda lançaram um EP espetacular chamado "Icons,Abstract Thee".
Essa escolha vai em homenagem a toda comudidade indie a "wannabe" de Belo Horizonte que assim como eu amam Of Montreal.




E o quinto dessa lista de previsões é meio que óbvio, pois quem não ama esse disco do The Shins "Wincing The Night Away"?
"Phanton Limb" e "Australia" são as canções mais pop de 2007.



26 novembro 2007

STALKERS

Essa banda de Brooklyn, NY tem uma trajetória interessante, no final do ano passado a música "Let´s Get It Together" foi eleita "single of the Week" pelo New Musical Express. Pouca gente prestou atenção nisso, era um single limitado de 1000 cópias e o "hype" não vingou.
Isso foi até uma coisa boa pra banda, pois se eles tivessem caido nas mãos de uma grande gravadora o som deles ficaria pasteurizado e perderia a essencia punk dos tres acoordes que eles aprenderam muito bem ouvindo Ramones e Dead Boys.
Na opinião do Stalkers as duas melhores bandas de rock do planeta são AC/DC e New York Dolls.
Partindo desse principio o vocalista Andy Animal formou o Stalkers em 2003, sómente agora lançam o cd de estréia da banda "Yesterday is No Tomorrow", que passou praticamente despercebido da mídia em geral. Nem o allmusic guide tem uma página falando da banda, imaginem até este que vos escreve está no allmusic.com, e os caras esqueceram do Stalkers, como???
Uma das únicas publicações que elogiaram o cd do Stalkers foi a inglesa Artrocker.
Na minha opinião esse é o melhor álbum de rock and roll de 2007, imagine Beach Boys com Damned e voce terá Stalkers.
Infelizmente o Stalkers não tem nenhuma carinha bonita de banda emo, Andy Animal tá mais pro seu homonimo Animal do Anti Nowhere League e o resto da banda é totalmente "no style" um tem cara de integrante de garage band( aliás o batera é colecionador de vinis de garage rock dos sixities) e outros de guitarrista de power pop.
Independente do visual essa foi a grande surpresa ainda escondida, ou seja o tesouro enterrado de 2007.

http://www.myspace.com/stalkers

Abaixo a capa do Cd "Yesterday Is No Tomorrow"


13 novembro 2007

SET LIST

Muita gente me pergunta sobre um set list ou um possivel podcast no meu blog, brevemente estarei disponibilizando uma seleção, assim como esta que segue abaixo.
Esse será meu set list pra festa de Belo Horizonte no dia 15 de novembro.
Pra quem queria saber o que eu ando ouvindo essa lista é um bom exemplo.

GOOD SHOES - SMALL TOWN GIRL
THE GO! TEAM - BULL IN THE HEATER/DOING IT RIGHT
JACK PENATE - SECOND, MINUTE OR HOUR
SHITDISCO - OK
CAJUN DANCE PARTY - THE NEXT UNTOUCHABLE
TOKYO POLICE CLUB - YOUR ENGLISH IS GOOD
BLACK LIPS - KATRINA
LETHAL BIZZLE - POLICE ON MY BACK
THE CRIBS -MEN´S NEEDS/CSS REMIX/DON´T YOU WANNA BE RELEVANT
BONDE DO ROLE - SOLTA O FRANGO/LADYTRON REMIX
LADYTRON - DESTROY EVERYTHING YOU TOUCH
BOB DYLAN - MOST LIKELY..(MARK RONSON REMIX)
MAPS - TO THE SKY
THOSE DANCING DAYS - THOSE DANCING DAYS
FOALS - MATHLETICS
DOES IT OFFENDED YOU YEAH? - LET´S MAKE OUT
WE START FIRES - LET´S GET OUR HANDS DIRTY
THE SHINS- AUSTRALIA (PETE BJORN & JOHN REMIX)
REVEREND AND THE MAKERS - HE SAID HE LOVED ME
SHOCKING PINKS - END OF THE WORLD
SKY LARKIN - MOLTEN
COMANECHI - DEATH OF YOU
YOUNG KNIVES - TERRA FIRMA
SONS & DAUGHTERS - GILT COMPLEX
BLOOD RED SHOES - I WISH I WAS SOMEONE
PETE AND THE PIRATES - KNOTS
THE WOMBATS - LETS DANCE TO JOY DIVISION REMIX
THE COURTEENERS - ACRYLIC
LOS CAMPESINOS - THE INTL TWEEXCORE UNDERGROUND
THE TEENAGERS - SCARLET JOHANSSON
KINGS OF LEON - CHARMER
THE HIVES - TICK TICK BOOM
JOE LEAN & THE JING JANG JONG - LUCIO STARTS FIRE
HADOUKEN! - LIQUID LIVES
LES SAVY FAV - PATTY LEE
PYLON -COOL
BATTLES - TONTO
FRANZ FERDINAND - ALL MY FRIENDS (LCD SOUNDSYSTEM COVER)
THE PIGEON DETECTIVES - I FOUND OUT
THE RUMBLE STRIPS - GIRLS AND BOYS IN LOVE
THE SUNSHINE UNDERGROUND vs SOUTH CENTRAL - BORDER
XEROX TEENS -DARLIN´ - ANDREW WEATHERALL REMIX
CSS vs L7 - PRETEND WE´RE ALALA -(THE ILLUMINOIDS WITH DONITA SPARKS)

09 novembro 2007

Gallows e "Staring At The Rude Boys"

Tá aí o video do Gallows e a sensacional "Staring At The Rude Boys"

08 novembro 2007

Les Savy Fav e a Cool List do NME

Pra ser "cool" não precisa ser bonito, essa é a melhor definição pra tão comentada e criticada "Cool List" do semanário New Musical Express publicada nesta quarta feira.
Quem abre essa postagem é o vocalista Tim Harrington da banda americana Les Savy Fav que pegou a colocação de número 31 na lista das pessoas mais "cool" no rock em 2007.
O Les Savy Fav existe desde 95, lançaram o primeiro disco em 1999, no mesmo ano assinaram com o selo independente French Kiss e lançaram mais tres álbuns, o mais recente "Let´s Stay Friends" é o melhor até agora. O som é uma mistura de hardcore derivado Minor Threat, Fugazi,Sunny Day Real State e Jawbox. Tim Harrington tem um vocal desesperado como Frank Black nos Pixies e ninguém sabe o porquê de um cara tão esquisito estar na lista dos mais cool de 2007?
Simples, o cara ao vivo se veste com roupinha de bebê, tem um milhão de trejeitos pra interpretar cada música, e detalhe pesa quase 100 quilos e ainda tem uma enorme barba ruiva.
Pra se ter uma idéia disso tudo entra no myspace deles que tem um video de um show, preste anteção, o baixista toca a primeira música com um bebe de verdade amarrado a ele ( acho que a babá não apareceu).
http://www.myspace.com/lessavyfav
Diante de toda essa demência os novaiorquinos do Les Savy Fav ganharam a maior exposição na cena britânica e a cada performance surgem mais comentários positivos pra banda.




A Lista "Cool 2007 do NME"
1. Frank Carter – Gallows
2. Jamie Reynolds – Klaxons (13)
3. Lovefoxxx – CSS (10)
4. Ryan Jarman – The Cribs
5. Lethal Bizzle
6. Alex Turner – Arctic Monkeys (32)
7. Kate Nash
8. Amy Winehouse (50)
9. Beth Ditto – The Gossip (1)
10. Keith Richards – The Rolling Stones (26)
11. MIA
12. Thom Yorke – Radiohead (9)
13. Drew McConnell - Babyshambles
14. Prince
15. Tom Clarke – The Enemy
16. Noel Gallagher – Oasis
17. Hayley Williams - Paramore
18. Bigode do Brandon Flowers – The Killers
19. Matt Bellamy – Muse (27)
20. James Smith - Hadouken
21. Caleb Followill – Kings of Leon
22. Matt Helders – Arctic Monkeys
23. Eddie Argos – Art Brut
24. Craig Finn – The Hold Steady
25. Morgan Yeah? – Does it Offend You, Yeah?
26. Simon Neil - Biffy Clyro – (28)
27. Simon Taylor - Klaxons
28. Karen O – Yeah Yeah Yeahs (5)
29. Kele Okereke – Bloc Party
30. Meg White – The White Stripes (24)
31. Tim Harrington – Les Savy Fav
32. Gerard Way – My Chemical Romance (8)
33. Jamie T
34. Pete Doherty – Babyshambles (28)
35. Lou Hayter – New Young Pony Club
36. Ian Brown
37. Joe Lean – Joe Lean and the Jing Jang Jong
38. Andy Burrows - Razorlight
39. Kyle Falconer – The View
40. Nicky Wire – Manic Street Preachers
41. Josh Homme - Queens of the Stone Age
42. Cole Alexander - Black Lips
43. Suki - Real Heat
44. Brandon Flowers – The Killers (29)
45. Yannis Philippakis - Foals
46. Patrick Wolf
47. Carlos D - Interpol
48. Santogold
49. Dev Hynes – Lightspeed Champion
50. Spider Webb – The Horrors
( o número que está entre parenteses é a colocação da pessoa no ano passado)
Todo mundo tá criticando a escolha de Frank Carter, vocalista do Gallows como o cara mais "cool" de 2007. Eu até entendo, pois os indies mais radicais na sua maioria não gostam de punk e hardcore e jamais vão entender a importância de um Fugazi, Minor Threat,Ruts ou Black Flag.
Pois é, o Gallows apareceu de maneira independente nesses dois últimos anos, gravou seu primeiro disco precariamente, foi reconhecido a partir de sua apresentação no ano passado no South By South West no Texas, foi capa até da Kerrang! (revista especializada em heavy metal e hardcore).
Já comentei o cd deles por aqui e volto a repetir o Gallows é de verdade, não é nenhuma bandinha punk de boutique ou qualquer emo modinha. O Gallows veio como uma resposta a Green Day e toda essa geração de falsos punks que apareceram na decada de 90.
Uma banda que regrava Black Flag e muito mais "Starring at The Rude Boys" do sensacional Ruts, merece no mínimo respeito!
Aliás por falar em Ruts, essa banda foi uma das mais importantes do punk rock pós Sex Pistols e Clash entre 78/79, lançaram um dos grandes clássicos do punk, o álbum "The Crack" em 1979,mas infelizmente o vocalista Malcolm Owen morreu de overdose em 1980, a banda continuou mas sem o pique inicial.
O Ruts pregava a luta contra o racismo em suas letras, tanto que recentemente a NME começou um campanha contra o partido racista dos antigos skins que querem ganhar força no parlamento.
O Gallows regravou ao lado do rapper Lethal Bizzle, que por acaso é o quinto da lista, "Starring at The Rude Boys" e o video já está no You Tube,vale conferir pra ver que a banda é molecada, sem maquiagens ou cabelinho arrumado, no máximo algumas tatoos, como aparecem cobrindo o corpo de Frank Carter.
Hoje o Gallows é banda que lota uma Brixton Academy e em breve arenas, mas muita gente por aqui não se ligou no sucesso dos caras.
A música tá mudando e muita gente tá mais focada nos grandes nomes do indie como Arctic Monkeys,Killers, Klaxons etc e tá esquecendo que existe uma nova geração de bandas aparecendo a cada dia.
Essa lista do NME é uma boa prova pra muita gente ficar se perguntando, mas quem é o famoso Frank Carter?
O rapper Lethal Bizzle que aparece em quinto lugar é um dos cabeças dessa luta contra o racismo e já regravou a clássica "Police On My Back" (clássico da banda Equals na decada de 60 e regravada pelo Clash em "Sandinista")usando a base do Clash.
Recentemente na coletanea do NME ele apareceu com "Babylon´s Burning" outro hino anti-racismo do Ruts.
Outra banda engajada nessa causa do racismo é o The Enemy que muita gente por aqui criticou e não entendeu esse lado punk deles mais pra Jam e Buzzcocks, Tom Clark aparece na posição 15 da lista.
Uma das melhores bandas americanas deste ano também passou batida entre nós The Hold Steady e Craig Finn o líder da banda aparece no vigésimo quarto lugar da lista.
Se performance também conta, o vocalista do Black Lips é campeão, pois se preciso ele tira até a roupa no palco, vomita, faz qualquer coisa pra acontecer. Felizmente a música feita pelo Black Lips justifica todo esse escândalo e Cole Alexander pegou o 42 da lista.
Mais uma banda que merece atenção é o Foals, que apareceu ano passado com um mini LP ao vivo e esse ano lançou dois singles matadores "Mathletics" e "Balloons", o vocalista do Foals Yannis Philippakis aparece no 45.
Tem ainda o Hadouken, outra banda de Leeds na Inglaterra, que mistura hardcore com batidas eletronicas, é como se o Faith no More reaparecesse numa versão 2007, James Smith, o vocalista é o vigésimo da lista. Esta semana o Hadouken lança seu álbum "Not Here to Please You"no formato da moda o famoso USB Stick ou Pen Drive.
E finalmente nas posições 49 e 50 duas grandes figuras (visualmente falando, e por que não musicalmente?) o primeiro é Dev Hynes ex-Test Icicles e agora com seu projeto Lightspeed Champion inspirado em Elvis Costello e Neil Young, ele já lançou dois singles espetaculares pela Domino ( a mesma gravadora do Arctic Monkeys e do Bonde do Role, aliás porque não a Marina na cool list?) Detalhe Dev Hynes esteve aqui no Brasil quase que incógnito tocando no Tim Festival acompanhando a cantora Cibelle.
Fechando a lista o tecladista do The Horrors Spider Webb, a banda pode ser melhor definida como o Cramps dos dias de hoje, mas claro falta uma Poison Ivy.
Agora, o melhor de tudo, nossa Lovefoxxx (CSS) é terceiro lugar, a primeira mulher da lista batendo Beth Dito do Gossip, que foi primeiro lugar no ano passado, a badalada Amy Winehouse e Kate Nash.
Não tem prá ninguém Lovefoxxx é nossa nova "pequena notável", se nos anos quarenta Carmem Miranda tomou de assalto a América, Lovefoxx tomou de assalto o Reino Unido, foram cerca de 5000 shows nos últimos doze meses, a cada show Lovefoxx usa dois diferentes colantes que os ingleses chamam de "Catsuits"(um charme!), definida pela NME a arty/party/disco hackysack front lady de 2007.
É nesse momento que a gente deveria se sentir orgulhoso em saber que uma brasileira apavorou os ingleses em 2007 e espero que ela continue assim por muitos anos, mil beijos pra Lovefoxxx, nossa "pequena notável do século 21".
















07 novembro 2007

E por falar em caixas......

The Brit Box: U.K. Indie, Shoegaze And Brit-Pop Gems Of The Last Millenium

Finalmente uma caixa dedicada aos anos noventa do pop britânico, pois anteriormente a Rhino lançou uma caixa dedicada aos anos noventa focalizando mais a geração grunge.
Agora o foco está na geração Indie, Shoegaze e Brit-Pop, o que me faz pensar em algo interessante. Se analisarmos bem essa geração da decada de 90 não marcou tanto no inconsciente das pessoas, assim como a geração 80.
Muita coisa lançada durante a decada de 90 ficou mais pro "cult" do que pro lado mais comercial.
Se pegarmos por exemplo bandas como My Bloody Valentine, Telescopes, Chapterhouse, Spacemen 3, Spiritualized, Inspiral Carpets,The Sundays ,The La´s,Ride,Pale Saints,Lush,Catherine Wheel,Birdland,The Boo Radleys,Curve,Bluetones e Super Furry Animals, temos aí uma série de bandas maravilhosas da decada de 90, mas que muita gente por aqui hoje ignora.
Tomo por base quando vou discotecar, se coloco Chapterhouse, Bluetones ou Boo Radleys pouca gente lembra, mas se toco New Order, U2, Police, Pretenders, B 52´s etc.. todos reconhecem.
Excetuando aquela festa "I Love 90´s" do Studio SP, em poucos lugares a gente vai ouvir Curve, por exemplo, que aliás foi a banda em que Butch Vig se inspirou pra fazer o Garbage (que todos conhecem).
Uma pena pois a memória da maioria pro rock da decada de 90 é sem dúvida o grunge do Nirvana,Pearl Jam,Mudhoney,Soundgarden e os derivados como Alice in Chains, Stone Temple Pilots etc...
A geração shoegaze ficou mais pros indies iniciados e descolados, acho que a única parte dessa história do britpop que ficou mais conhecida foram bandas de meados pro final da decada como Oasis,Blur,Pulp,Placebo,Suede,Teenage FanClub, Manic Street Preachers,Supergrass e Verve.
É uma pena que maravilhas como Mansun,Saint Etienne,Mega City Four,Echobelly,Gene,
Eugenius,Swervedriver,Superstar,Menswear,Cast,Dodgy,Catatonia,Rialto,Silversun,Divine Comedy,Babybird e Marion ficaram pra poucos ouvidos antenados.
Bem, essa caixa reúne tudo isso e muito mais em quatro cds em ordem cronológica, o primeiro cobre o periodo pré britpop de 84 a 90 como Smiths,Cocteau Twins,Felt, Cure,Echo and Bunnymen, Jesus and Mary Chain,Primitives,Stone Roses,Charlatans e Primal Scream por exemplo. Algumas dessas últimas bandas citadas acabaram acontecendo na decada de 90 com a explosão do britpop como o Primal Scream e o Charlatans.
O segundo cd de 90 a 93 cobre um pouco da cena shoegaze com Telescopes, My Bloody Valentine,Ride,Moose,Pale Saints, Chapterhouse e outros, mas infelizmente esqueceram do Levitation.
O terceiro cd pega o periodo de 94/95 e investe nas bandas que ficaram mais famosas como Suede,Blur, Oasis,Pulp e Elastica por exemplo.
E finalmente no quarto cd o que veio depois, Ash,Super Furry Animals,Verve,Placebo,
Cornershop, Gay Dad e Spiritualized.
É evidente que sempre falta alguma coisa que a gente curtia como Cranes, Carter USM, Senseless Things, e outras, mas pelo menos não esqueceram do These Animal Men.
Outra coisa importante as embalagens e o design dessas caixas da Rhino são espetaculares, essa vem no formato de uma tipica cabine telefonica inglesa e com um belissimo livro de textos e fotos.(veja foto que abre a postagem)


Saindo dos noventa pra decada de 60 outro objeto do desejo é essa caixa "Love is The Song We Sing" - San Francisco Nuggets 1965-1970.
A embalagem criada pela gravadora americana Rhino é no formato de um livro ilustrado com 120 páginas e a capa é prateada com uma ilustração psicodélica.
São quatro cds, cada um com um tema, o cd 1 chama-se "Seismic Rumbles" e traz obscuridades como We Five,The Warlocks,The Vejtables,The Wildflower,The Frantics, até mais famosos como Jefferson Airplane, Country Joe & The Fish, Beau Brummels e Quicksilver Messenger Service.
O segundo cd "Suburbia"traz os malditos como Count Five,Syndicate of Sound,The Chocolate Watchband,The Mourning Reign e The Otherside dentre outros.
No terceiro cd paz e amor em "The Summer of Love", que tem o Charlatans americano (por essa razão que o Charlatans ingles do britpop saiu nos EUA como Charlatans UK)
Moby Grape (banda maravilhosa que tem seus primeiros cds reeditados este mes pela Sundazed com várias bonus tracks).
O lado rock/soul do Sly & The Family Stone, o hard psicodélico do Blue Cheer,o blues psicodélico do Big Brother and the Holding Company e mais Jefferson Airplane.
O quarto cd "The Man Can´t Burst Our Music" vem com The Youngbloods,Kak,Steve Miller Band, Flamin´Grooveis e uma das bandas mais maravilhosas dessa epoca It´s a Beautiful Day.
Pra saber mais detalhes dessas caixas é só entrar no site da Rhino, http://www.rhino.com/

06 novembro 2007

MAGNOLIA ELECTRIC CO


Essa caixa é uma das minhas favoritas deste ano, Magnolia Electric Co. é a criação de um músico americano espetacular chamado Jason Molina. Conheci seu trabalho em 2002 quando ouvi o CD "Didn´t it Rain" de seu projeto Songs: Ohia, que começou em 1997 e terminou em 2003, lançando um total de 10 álbuns, sendo que o derradeiro levou o nome de "Magnolia Electric Co." em 2003.
A partir daí Jason Molina adotou este nome pra sua banda e lançou tres álbuns maravilhosos, o meu preferido é "What Comes After the Blues" de 2005.
Jason Molina é um apaixonado por Leonard Cohen e Neil Young e a música feita pela Magnolia Electric Co. é um retrato desses dois gênios canadenses.
Essa caixa chamada "Sojourner" é um projeto ousado em que Jason trabalhou com treze músicos diferentes, cinco estúdios de gravação, quatro engenheiros de som, tres cineastas e dois designers. O resultado é material pra tres discos e um EP e ainda de bonus um DVD. É isso, esse box inclui quatro cds, um dvd, um poster, postcards, e até um medalhão com o símbolo da banda, tudo isso numa luxuosa caixa de madeira.
Os cds dessa caixa são de sessions diferentes de gravação, realizadas depois do lançamento do álbum "What Comes After the Blues". Cada session tem um nome especial, por exemplo "Nashville Moon" foi produzida e gravada por Steve Albini ( aquele cara genial que eu comentei recentemente seu álbum com sua banda Shellac e claro ficou famoso por produzir Pixies,Breeders, Nirvana, dentre outros).
O outro cd denominado "Sun Sessions" foi gravado no lendário estúdio da Sun Records em Memphis no Tennessee.
A session chamada "Black Ram" foi gravada na Virginia, produzida por David Lowery ( ex Camper Van Beethoven) e conta com músicos e amigos de Jason Molina como, Andrew Bird, Rick Alverson e Alan Weatherhead.
E, a última session chamada "Shohola" foi gravada sómente com Jason Molina, guitarra e microfone.
O DVD incluso na caixa é um filme documentário "The Road Becomes What you Leave" dirigido por Todd Chandler e Tim Sutton, mostra a banda em uma tour pelo Canadá.

23 outubro 2007

1977

1977 foi um ano importante pro rock, principalmente na Inglaterra onde o punk tomou de assalto as ruas e as manchetes de todos os jornais.
Escandalos não faltavam, sempre alimentados pelo "hype" criado em torno da imagem e atitude do Sex Pistols.
Hoje 2007, trinta anos depois a Virgin Records, selo que lançou o Sex Pistols lança edições comemorativas dos principais discos lançados pelo Sex Pistols.
Nas últimas quatro semanas, foram relançados os quatro primeiros singles do Sex Pistols pela Virgin em compactos de vinil de 7 polegadas iguais aos originais de 77 em edições ultra limitadas.
A capa acima é a arte de "God Save The Queen" que trazia no lado B "Did You No Wrong".

A capa acima é de "Pretty Vacant", cujo lado B trazia a regravação de "No Fun" dos Stooges


Essa arte foi feita pra capa do compacto "Holidays in The Sun" que tem no lado B "Satellite".
Ainda este mes sai o vinil do LP "Never Mind The Bollocks", com poster e um 7" de bonus.
O semanário New Musical Express vem colhendo desde setembro depoimentos de toda essa nova geração de musicos e bandas ressaltando a relevância do Sex Pistols nos dias de hoje. Uma coisa é certa o som do Sex Pistols continua atual, não perdeu a validade e muito menos pode ser chamado de datado 3o anos depois.
Outro que nunca será esquecido é Marc Bolan, que morreu num trágico acidente de carro em 1977, e também completaria 60 anos de idade se estivesse vivo.
Assim como o Sex Pistols, a gravadora Universal na Inglaterra decidiu reeditar alguns dos singles mais famosos de Marc Bolan e seu T Rex. Além disso uma série de coletaneas e cds comemorativos enchem as prateleiras das lojas britancias.
Abaixo as capinhas de tres desses singles

Acima, capa de "Ride A White Swan" que no lada B trazia as faixas "Is It Love" e "Summertime Blues"

Acima capa do compacto de "Hot Love" de 1971, no lado B "Woodland Rock" e "The King of The Mountain Cometh"


Capa da famosa "Get It On", de 1971, no lado B "Raw Ramp"
Infelizmente esses singles sairam todos em edições limitadas comemorativas dos 30 anos do Sex Pistols e 30 anos da morte de Marc Bolan.
Quando essas edições esgotam a única alternativa é o site da ebay, mas os preços às vezes ficam muito altos e acabam sempre nas mãos de colecionadores.












09 outubro 2007

Saiu dia 8 de Outubro de 2007 no Estadão (matéria de Gustavo Miller)


O mundo ainda precisa de 'Kids Vinis'
KID VINIL52 anos, roqueiro, jornalista, DJ, VJ...Para Kid, o avanço tecnológico emburreceu as pessoas, que hoje têm preguiça de procurar por novos sons na web
: Gustavo Miller
Quando alguém for entrevistar o Kid Vinil, uma dica é deixar a vaidade um pouco de lado. Se você acha que entende de cultura pop, esqueça. Ele sabe mais. Se de repente ele começar a falar nomes estranhos em inglês, relaxe. Deve ser algo que só ele conhece e escuta. Mas, calma, isso não é ruim - muito pelo contrário.Faz falta um Kid Vinil hoje na TV ou no rádio. Alguém que mostre o que está rolando de novo no mundo da música, que dê uma filtrada na avalanche de conteúdo que rola na web e diga: 'Escuta isso que é legal'.
'É engraçado isso, pois hoje, em razão da internet, é muito mais fácil caçar alguma informação, mas ninguém se dá ao trabalho de buscar e pesquisar. Eu mesmo me oriento por sites, rádios online e lojas virtuais', diz. '
Toda essa facilidade tecnológica parece que emburreceu as pessoas. É preciso que um especialista em música oriente essa molecada, porque senão ela vai escutar qualquer coisa, tipo esse emocore', brinca (ou não).Kid pode dar seu pitaco com 'catiguria', pois sempre foi um oráculo musical no Brasil.
Em 1979, na Rádio Excelsior, ele deu as primeiras dicas do que foi o movimento punk. No final da década de 80, lá estava ele à frente do Som Pop, VJ antes de o termo existir no Brasil, na TV Gazeta, apresentando clipes estrangeiros e nacionais. Dez anos depois comandou o Lado B, na MTV, onde agradou o público indie, que ficava acordado de madrugada apenas para ver os novos nomes do cenário independente musical. Depois, coordenou os lançamentos internacionais da gravadora Trama.
Hoje, fora da mídia tradicional, ele usa seu blog (kidvinil.blogspot.com) para indicar os sons que vêm fazendo sua cabeça. Grande parte do que recomenda são bandas que surgem na web, principalmente no MySpace.
'Hoje, a nova música começa pela internet, não mais pelo rádio ou pela TV - a não ser o comercial, que a gravadora impõe. O futuro da música está na net', diz.Aí fica uma pergunta: se a nova música começa na web, por que ela parece ficar tão restrita a esse universo, não se expandindo para a televisão ou para a rádio? '
Aqui é assim, lá fora não. É preciso ser algo muito hypado para poder se sobressair no País com algo inédito e diferente.
O Brasil tem medo de música, como no CD do Talking Heads (Fear of Music) , saca?', ri.
Tal receio não dá chance para novos artistas, mesmo os nacionais. Mas se há alguns anos isso fazia muita gente ficar destinada aos shows pequenos em bares do interior, hoje os gringos olham com mais atenção para esses renegados.
'O Cansei de Ser Sexy é odiado aqui e idolatrado lá fora. Outro dia fui para Curitiba e muitos não sabiam que o Bonde do Rolê era de lá.
''Os independentes têm de fazer que nem o CSS e o Bonde. Vendagem de CD não existe mais, então a alternativa é disponibilizar o máximo de informações na rede', diz.
Como exemplo, cita o Vanguart, uma ótima banda de Cuiabá (MT).'Eles lançaram o CD pela revista do Lobão (Outra Coisa), ganharam nome em festivais brasileiros e têm páginas no Trama Virtual e MySpace. Alguém lá de fora pode olhar para esses canais e contratá-los', diz.
Essa nova forma de marketing deu aos independentes a oportunidade de estarem em um patamar igual aos artistas respaldados por grandes gravadoras.
'Antes, para passar na MTV era muito duro. Hoje você tem o YouTube. Se eu vejo uma indicação de um artista que não conheço, procuro os seus vídeos no YouTube, depois ouço suas músicas no MySpace. Já sei logo se é bom ou ruim.
É tudo muito rápido e acho isso genial.'Curiosamente, Kid, que já teve seus tempos áureos de roqueiro nos anos 80, com a banda Magazine, hoje está de volta ao underground com o projeto Kid Vinil Experience (www.myspace.com/kidvinilxperience). Ele pretende lançar as novas músicas do grupo para download e viver de shows. 'Você pode matar todos os formatos da música, menos o show ao vivo. Isso é outra experiência, é um espaço que o artista nunca vai perder.
'AS PREFERIDAS DE KID'
Rough Trade
Loja virtual clássica em que eu vejo as indicações dos caras. Eles manjam muito e têm um baita background'www.roughtrade.com'
Amazon usados
A Amazon tem um esquema de CDs usados que é ótimo. O último do White Stripes estava à venda por R$ 10. Com o frete, o CD importado saiu por R$ 20. Eu fui em uma loja aqui e achei o nacional por R$ 40!'www.amazon.com'
BBC-Radio 1
Os DJs da BBC 1 são ótimos. John Peel (1939-2004) era meio que um mestre para mim. Hoje escuto o Zane Lowe, que é um cara articulado e melhor que o Steve Lamacq, que imita o John'www.bbc.co.uk/radio1'
Popload
A coluna e o programa do Lúcio Ribeiro são referência'www.popload.com.br'
Senhor F
É um site de coisa mais antiga, tem muito rock psicodélico, eu acho maravilhoso. O Fernando Rosa ainda dá muita força para as novas bandas'www.senhorf.com.br'
Blog "Bolachas Grátis"
Esse cara é antenadíssimo e coloca umas coisas lado B pra caramba. Tem dia que eu entro nele e não conheço nada''bolachasgratis.blogspot.com

08 outubro 2007

We Start Fires e Those Dancing Days - "As mulheres estão em alta no pop"

Depois do sucesso do Cansei de Ser Sexy, New Young Pony Club , The Go! Team e o nosso querido Bonde do Role, uma enxurrada de bandas lideradas por mulheres começam a aparecer no novo pop não sómente britanico, mas quase que mundial.
O primeiro a ser comentado nessa postagem é o We Start Fires, são de Darlington na Inglaterra, tres garotas em um rapaz na bateria. Os dois primeiros singles da banda que sairam entre 2006 e 2007, foram single da semana pelo NME e o álbum de estréia acaba de ser lançado.
Na verdade a banda existe desde 2002, mas só lançando Cdrs caseiros na linha lo-fi dentro do esquema "Do It Yourself". Em 2003 um desses lançamentos caseiros chamado "Caught Redhanded" despertou a atenção de John Peel, que chegou até a mencioná-los em seu livro "Margrave of The Marshes".
Tudo que uma banda pop precisa pra ser "cool" nos dias de hoje o We Start Fires reúne, como influencias diversas, Blondie,Elastica, Chicks on Speed,Ladytron, Breeders,Courtney love,P J Harvey, Be Your Own Pet e Cobra Killer.
Pra conferir o resultado de tudo isso ouça o single "Play You" e faixas desse cd de estréia no myspace:
http://www.myspace.com/westartfires


Da Suecia vem também uma porrada de bandas lideradas por mulheres, este ano por exemplo o The Sounds com seu estilo Blondie atraiu a critica européia com vários singles extraidos do mais recente álbum.
The Concretes e Love is All ( este último tocou recentemente por aqui) são mais dois bons exemplos.
E agora aparecem essas meninas do Those Dancing Days, uma deliciosa mistura de Cindy Lauper com Dusty Springfield.
A banda acaba de lançar seu single de estréia pelo selo independente ingles Wichita, com a música "1000 Words" e ganhou single da semana no NME,na revista Artrocker e em diversos sites de lojas independentes.
Como diria tia Hebe "Umas gracinhas!!!!"
Confira as garotas de Estocolmo no myspace:
http://www.myspace.com/thosedancingdays

03 outubro 2007

VOICE OF THE SEVEN WOODS

Vai ser uma tarefa didícil escolher o melhor disco de 2007, a cada instante eu tenho um titulo pra ser o primeiro da lista. Hoje por exemplo eu escolheria o álbum de estréia dos britânicos do Voice of The Seven Woods.
Acabei de receber o cd e imaginem aquela sensação gostosa de ouvir algo tão vanguardista e ao mesmo tempo repleto de referencias essenciais pra se fazer um grande disco.
A banda é obra de mais um desses novos talentos britanicos, Rick Tomlimson, que toca guitarra,sitar, faz vocais, piano e percussão.
No CD ele é acompanhado por mais dois músicos, o baterista Chris Walmsley e o baixista/violinista Pete Hedley.
O Voice of The Seven Woods abusa do instrumental com referencias de música barroca, folk progressivo, música do marrocos,psicodelia e acid folk.
Tem momentos que faz lembrar até Led Zeppelin quando Jimmy Page teve sua fase mística, a faixa 5 do Cd "Second Transition" traduz bem essa influencia Led Zeppelin.
Poucas faixas tem vocais, mas o instrumental é tão maravilhoso que a gente acaba nem sentindo falta disso. São dez faixas que passam tão rápido e deixam em mim um gosto de quero mais!
O link do Voice Of The Seven Woods no myspace:
http://profile.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewprofile&friendID=37216268

Abaixo, foto da discografia do Voice of The Seven Woods, todos os singles e até a camiseta com a belissima ilustração de capa, aliás toda a arte de capa do cd foi feita pelos caras do The Liars, que também lançaram este ano outro grande disco, que estará na minha lista dos melhores.


02 outubro 2007

BabyShambles - Shotters Nation

Pra começar o discurso é aquele de sempre, esqueçam do Pete Doherty dos tablóides, dos escandalos, das drogas, das prisões, dos julgamentos,da Kate Moss, etc, etc....
Vamos nos focar sómente na música produzida pela banda em seu segundo álbum.
Confesso que estava com um pé atrás quando saiu este novo álbum do Babyshambles, lí a critica da revista Mojo e me desanimou mais ainda, eles deram tres estrelas na cotação e resumiram a resenha dizendo que essa era a segunda tentativa do prometido genio do pop ingles, mas mesmo assim ele ainda não chegou lá, quem sabe na próxima.
Quando ouvi o novo single "Delivery" achei ok, e não prestei muita atenção, depois de algumas audições seguidas comecei a gostar da música. É claro que o segredo dessa canção está no riff à la Kinks "You Really Got Me".
Dias depois recebi um CDR com as músicas do novo álbum "Shotter´s Nation" e nesse final de semana durante uma viagem decidi ouvir na íntegra três novos discos, o Babyshambles, o Air Traffic e o segundo do Dead 60s.
Fiquei decepcionado com o álbum do Air Traffic, pois os dois primeiros singles tinham me entusiasmado bastante, mas no álbum as baladas estragam tudo, pois a banda tenta ser Coldplay ou Keane e acaba escorregando feio.
O Dead 60s veio com uma proposta ska e meio Clash no primeiro cd que me agradou bastante, agora no segundo disco os caras viraram um pop em cima do muro, que eu nem consegui ouvir o disco inteiro.
Agora, a grande surpresa foi ouvir na íntegra esse novo cd do Babyshambles, confesso que fiquei impressionado com a beleza dos arranjos de guitarra.
Dá impressão que a banda pegou um monte de discos importantes da história do rock e roubou um riff aqui e ali e construiu esse novo disco.
Ouve-se perfeitamente ecos de Kinks,The Who, Blondie, Cure e até mesmo folk, pois o disco termina com uma música acústica chamada "The Lost Art Of Murder" onde Pete Doherty convidou uma lenda viva da música folk britanica, Bert Jansch.
A terceira música do disco "You Talk" lembra muito Blondie "One way or another", agora o plágio mais descarado é na música "There She Goes" que rouba a melodia de "Love Cats" do The Cure, acho que essa Pete Doherty vai ter que pagar direitos autorais pra Robert Smith, mesmo assim é uma boa canção, digamos uma "Love Cats" de cabaré.
Depois de uma audição mais apurada cheguei à consclusão que esse era o álbum que o Babyshambles tava devendo pros seus fãs, mas nada vai superar por enquanto os dois primeiros e únicos álbuns do Libertines, mesmo assim Pete Doherty provou que é capaz e se continuar se esforçando (isto é, se não morrer de overdose) pode se tornar até um jovem Ray Davies do novo pop britânico.